Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

GIMP 2.99.8 lançado com suporte a arquivo .jxl, e mais

Foi lançado o GIMP 2.99.8 com suporte a arquivo .jxl, e mais, e mais. Confira as novidades e veja como instalar ou atualizar no seu sistema.

O GIMP, ou GNU Image Manipulation Program, é um editor de imagens expansível através de plugins e distribuído gratuitamente para ser usado em tarefas como retoque de fotos, composição de imagem e criação de imagem.

GIMP é um editor de imagens bastante popular no mundo do Linux e talvez a melhor alternativa do Adobe Photoshop, porque, após tantos anos de desenvolvimento, ele alcançou grande aceitação pela comunidade.

Com isso, ele conseguiu se posicionar em um dos aplicativos de edição de imagens que podem ser encontrados em quase todos os repositórios das distribuições Linux.

Além disso, esse editor funciona em vários sistemas operacionais, e é traduzido em muitas línguas.

Mas, mesmo tendo muitos recursos, o Gimp pode ser usado como um simples programa de pintura, um programa de retoque de fotos especialista em qualidade, um sistema de processamento em lote on-line, um processador de imagem de produção em massa ou até como um conversor de formato de imagem, além de diversas outras tarefas.

Agora, o projeto GIMP lançou lançou uma nova versão de desenvolvimento 2.99.8 para a próxima série 3.0 com alguns novos recursos excelentes.

Novidades do GIMP 2.99.8

 GIMP 2.99.8 lançado com suporte a arquivo .jxl, e mais

GIMP 2.99.8 lançado com suporte a arquivo .jxl, e mais

O GIMP 2.99.8 introduziu suporte a várias camadas para suas ferramentas Clone, Heal e Perspective Clone. Existem também 2 novos modos em particular:

  • Ao fornecer a partir de vários drawables selecionados e, em seguida, clonar em um único drawable, a origem do pixel é a renderização composta das camadas de origem.
  • Ao clonar enquanto vários drawables são selecionados, cada drawable clona de si mesmo, ou seja, cada drawable é tanto sua origem quanto seu destino.

O GIMP 2.99.8 adicionou suporte para carregar e exportar arquivos JPEG-XL (.jxl) por meio da biblioteca libjxl. E ele suporta arquivos PSD maiores que 4GiB e carrega até 99 canais, bem como arquivos PSB com largura e altura de até 300.000 pixels.

Graças ao suporte do Windows Ink, o GIMP agora tem mais tablets gráficos ou suporte para dispositivos de entrada de toque.

Outras mudanças no GIMP 2.99.8 incluem:

  • Dica de seleção fixada no Wayland e macOS
  • Clicar em qualquer lugar na caixa de ferramentas ou na área para soltar de Wilber agora retorna o foco para a tela
  • Caiu o recurso de ícone de miniatura.
  • Correções de vazamento de memória e melhorias de plug-ins.

Para saber mais sobre essa versão do GIMP, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o GIMP

Para instalar a versão mais recente do GIMP nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o editor de imagens GIMP no Linux via Flatpak
Como instalar a última versão do GIMP no Ubuntu e seus derivados
Como instalar a última versão do GIMP no Ubuntu e seus derivados

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.