Haiku OS recebeu melhorias nos drivers e no GCC 8, e outras novidades

Confira a história do sistema Haiku OS e seu avanço!

Ainda em um período inicial de desenvolvimento, o Haiku OS recebeu melhorias nos drivers e no GCC 8, além de outras novidades. Confira a história desse sistema e seu avanço.


O Haiku OS é um sistema operacional de código aberto licenciado sob a licença MIT e disponível para várias plataformas, como x86, PPC, ARM e MIPS. O projeto é liderado pela Haiku Inc, uma organização sem fins lucrativos com sede em Nova York.
Haiku OS recebeu melhorias nos drivers e no GCC 8, e outras novidades
Haiku OS recebeu melhorias nos drivers e no GCC 8, e outras novidades

Esse sistema é escrito em C++ e não é uma distribuição Linux, já que não usa o kernel criado por Linus Trovalds, mas sim um kernel híbrido e uma interface gráfica ou ambiente desktop, que também é chamado Haiku.

Como o FreeBSD, e outros sistemas operacionais de código aberto, o Haiku pode ser uma boa alternativa para quem procura algo diferente do Linux e não quer usar software proprietário.

O Haiku OS tem como objetivo ser um sistema operacional de uso geral, especialmente projetado para uso pessoal e multimídia, inspirado no BeOS e que tem a velocidade, eficiência e facilidade como seus principais pilares para o desenvolvimento de todo o seu ambiente.

A história do Haiku OS

O BeOS foi um projeto de um ex-executivo da Apple que decidiu investir num sistema operacional próprio. Em 1996, quando a Apple precisava de um novo sistema operacional para sua linha Macintosh, dois sistemas concorreram: o BeOS de Gassée e o NEXTSTEP de Steve Jobs.

Por fim, a Apple ficou com o NeXT e Gassée decidiu seguir com o sistema, fundando sua propria companhia, a Be Incorporated.

Inicialmente, o BeOS foi concebido para rodar em computadores proprietários, os chamados BeBox. Mais tarde, ele foi portado para computadores PowerPC da Apple.

O objetivo era oferecer uma alternativa ainda melhor que o próprio sistema proprietário da Apple e logo depois o sistema também foi portado para PCs x86.

Já em 1998 a Apple fechou a plataforma Mac impossibilitando a instalação do BeOS em seus computadores.

O BeOS foi visto como uma alternativa às caras estações da Silicon Graphics, mas por volta de 1999 passou a ser utilizado mesmo por usuários que buscavam alternativas ao Windows e ao Linux, ou seja, que fosse completo e executasse as operações normais de um sistema.

No ano 2000 ele passou a ser oferecido numa versão compacta e livre para cópias na Internet. Em meados de 2001, a Be foi comprada pela Palm e o sistema foi descontinuado.

A comunidade de usuários de BeOS não se intimidou e começou um novo projeto de sistema operacional livre chamado de OpenBeOS ou Haiku.

Hoje, o Haiku é o projeto que tenta manter o BeOS vivo, e um software livre.

As melhorias do Haiku OS

Um relatório mensal destacou os esforços que foram feitos por seus desenvolvedores, como é habitual. e principalmente, mostrou que os desenvolvimentos foram orientados para focar no sistema de suporte híbrido de 32 e 64-bits que ainda não está concluído.

O relatório cita melhorias na interface do usuário, sincronização com o controladores (drivers) de dispositivos para FreeBSD 11, correções em seu sistema de suporte para UEFI, atualizações de mídia e suporte para o compilador gcc 8 do GNU, já que o haiku usa vários programas GNU, como o bash e etc.

Apesar dos anúncios e boas notícias que são recebidas dos desenvolvedores, a versão beta do Haiku OS que tanto foi falado ainda não chegou, e parece que está sendo feito para esperar mais do que devia.

No momento, você terá que se contentar com uma versão , ou seja, um sistema que ainda está em um estágio inicial de desenvolvimento

Infelizmente, é o que você terá se quiser testar o sistema operacional.

Vamos torcer para que esse sistemae não se torne um outro caso semelhante ao GNU/Hurd… que irá lançar a versão 1.0 (como muitos dizem) quando as rãs levantarem pelos.

Mais informações sobre o projeto no site oficial do Haiku OS.

Baixe e experimente o Haiku OS

A imagem ISO do Haiku OS já pode ser baixada acessando a página de download do sistema.

Para instalar esse sistema, leia o Installation Guide.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo


blog comments powered by Disqus