IPFire 2.23 Core 135 lançado com um novo kernel e várias correções

Confira as novidades do lançamento do IPFire 2.23 Core 135 e descubra onde baixar a distro!

Michael Tremer anunciou a disponibilização de uma nova versão do IPFire, o IPFire 2.23 Core 135. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

IPFire é uma distribuição Linux que se concentra na configuração fácil, bom manuseio e alto nível de segurança.

IPFire 2.23 Core 135 lançado com um novo kernel e várias correções
IPFire 2.23 Core 135 lançado com um novo kernel e várias correções

Essa distro pode ser administrada através de uma interface intuitiva baseada na Web, que oferece muitas opções de configuração para administradores de sistema iniciantes e experientes.

O IPFire é mantido por desenvolvedores preocupados com a segurança e que atualizam o produto regularmente para mantê-lo seguro.

O IPFire é fornecido com um gerenciador de pacotes personalizado chamado Pakfire e o sistema pode ser expandido com vários complementos.

Novidades do IPFire 2.23 Core 135

IPFire 2.23 Core 135 vem com um novo kernel e várias correções de bugs.

O kernel do IPFire Linux foi reformulado em 4.14.138 e várias melhorias foram adicionadas. Mais notavelmente, este kernel – mais uma vez – corrige vulnerabilidades da CPU.

No x86_64, a eficácia do KASLR foi aprimorada, o que impede que os invasores executem explorações ou injetem código.

DNS: não acoplado foi melhorado para levar muito menos tempo para iniciar, caso um servidor DNS não esteja disponível.

Os scripts que inicializam o IPFire foram aprimorados, reescritos e limpos para uma inicialização mais rápida e agora lidam melhor com alguns casos de erro.

Por fim, foram atualizados os pacotes dhcpcd 7.2.3, nettle 3.5.1, squid 4.8, tzdata 2019b.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o IPFire 2.23 Core 135

A imagem ISO do IPFire 2.23 Core 135 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo