Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

KDE Plasma 5.21.1 lançado com melhor suporte a Nvidia Optimus

E foi lançado o KDE Plasma 5.21.1 com melhora no suporte para notebooks Nvidia Optimus e mais. Confira as novidades e veja como instalar no Linux.

O KDE Plasma Desktop é um incrível ambiente que oferece uma área de trabalho de aparência bonita que tira total vantagem da tecnologia de computação moderna.

A equipe por trás projeto diz que se você está procurando um ambiente de trabalho familiar, Plasma Desktop oferece todas as ferramentas necessárias para uma experiência de computação de desktop moderna para que você possa ser produtivo desde o início.

Aliás, através do uso de efeitos visuais e gráficos escaláveis, a experiência de desktop não é apenas suave, mas também agradável aos olhos.

Agora, o Projeto KDE anunciou o primeiro lançamento pontual da última série de ambientes de desktop KDE Plasma 5.21, o KDE Plasma 5.21.1, abordando vários bugs e travamentos, e melhorando algumas coisas aqui e ali.

KDE Plasma 5.21.1 lançado – Confira as novidades

KDE Plasma 5.21.1 lançado com melhor suporte a Nvidia Optimus
KDE Plasma 5.21.1 lançado com melhor suporte a Nvidia Optimus

O KDE Plasma 5.21.1 está aqui apenas uma semana após o lançamento do KDE Plasma 5.21, que introduziu um lançador de aplicativos Kickoff totalmente novo, um novo aplicativo System Monitor, um novo tema escuro, melhor suporte ao Wayland e várias outras melhorias.

Este primeiro lançamento pontual é uma atualização de manutenção que corrige bugs para melhorar a sessão Plasma Wayland em laptops Nvidia Optimus para que ele não trave mais no login, melhore o novo aplicativo System Monitor para não travar mais ao iniciar quando não estiver usando o recurso de inicialização opcional do systemd e faça com que o Gerenciador de Tarefas permita que você execute programas executáveis ​​de terceiros fixados nele.

O novo inicializador de aplicativos Kickoff também foi atualizado para funcionar com uma caneta e melhorar a lista de aplicativos na categoria “Todos os aplicativos” para não exibir mais itens em minúsculas se o primeiro item começar com uma letra minúscula.

Também foram aprimoradas as Configurações do sistema, cuja seta para trás do cabeçalho da barra lateral agora parece bem ao usar um tema de ícone diferente do Breeze.

Este lançamento pontual permite a repetição do teclado, atualiza os widgets de Atividade do Disco Rígido para exibir as informações corretas e adiciona novamente a opção de desativar a proteção contra quebra de tela e maximizar a taxa de atualização, independentemente do que a GPU diz no KWin gerenciador de janelas.

Além disso, essas correções melhoram o tempo de carregamento da área de trabalho do Plasma quando a tela inicial está desativada e você está usando o recurso opcional de inicialização do systemd, melhora a ação de logout, melhora as janelas instáveis ​​e melhora o suporte para configurações de fonte não padrão quando sincronizar suas configurações de usuário com a tela de login do SDDM (compatível com SDDM 0.19 ou posterior).

O KDE Plasma 5.21.1 também melhora o gerenciador de pacotes Discover para não mais truncar as análises do aplicativo, tornar a folha “Escrever uma análise” mais utilizável e exibir a captura de tela correta de um aplicativo.

Para saber mais sobre essa versão do KDE Plasma, acesse a nota de lançamento.
Para mais detalhes, confira o vídeo abaixo:

YouTube video

Para aqueles que estão interessados ​​em obter os novos pacotes, você pode encontrar as instruções para as diferentes distribuições do Linux nesse endereço.

Sim, essa atualização já está no Arch Linux, além disso, o trabalho da nova versão pode ser avaliado através do projeto openSUSE Live e do projeto KDE Neon User Edition.

Como instalar ou atualizar o KDE Plasma

O Plasma 5.21.1 já é oficial, mas, como sempre, isso não significa que possamos instalá-lo facilmente em nossa distribuição Linux.

O primeiro sistema a tê-lo disponível será o KDE neon, onde provavelmente chegará nas próximas horas.

Posteriormente, eles adicionarão outras distribuições, entre as quais os Rolling Releases surgirão mais cedo, embora isso não signifique que o farão em breve; pode demorar alguns dias ou mesmo algumas semanas.

Se você é um usuário do Kubuntu + Backports PPA e ainda não sabia, lamento informar que você não conseguirá instalá-lo, na verdade nunca, pois o projeto não pode fazer o backport devido à dependência do Qt. Em abril, o Kubuntu 20.10 chegará com o Plasma 5.21.x.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.