Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Kernel 5.7 lançado com melhorias de desempenho e outras alterações

Linus Torvalds lançou o kernel 5.7 com melhorias de desempenho e outras alterações. Confira os detalhes desse lançamento e veja como instalar.

Como esperado, Linus Torvalds lançou o Kernel 5.7. Então, após sete semanas em desenvolvimento, o kernel Linux 5.7 finalmente chegou.

Kernel 5.7 lançado com melhorias de desempenho e outras alterações
Kernel 5.7 lançado com melhorias de desempenho e outras alterações

Esta é a versão estável mais recente do kernel que Torvalds desenvolve e chegou com muitos recursos novos, embora não tão impressionantes quanto os do kernel 5.6. De qualquer forma, estamos diante de um lançamento importante se considerarmos que ele melhora em muitas frentes.

Novidades do Kernel 5.7

A menos que eles tenham feito uma alteração de última hora, o que poderia ter se traduzido em retroceder na lista a seguir, o kernel 5.7 vem com alterações que variam de suporte aprimorado para Intel e AMD ao novo driver exFAT e outras melhorias no sistemas de arquivos.

O desempenho também foi aprimorado em outras seções.

Esta série traz muitos benefícios para os usuários do Linux, incluindo uma implementação nova e aprimorada do sistema de arquivos exFAT, criação de perfil de perf cgroup aprimorado e um planejador com reconhecimento térmico que deve aumentar o desempenho.

Em termos de segurança, o kernel Linux 5.7 também apresenta a autenticação ARM Kernel Pointer para a arquitetura ARM64 (AArch64) para proteger o kernel contra ataques de programação orientados a retornos e um novo LSM (Linux Security Module) para programas BPF (Berkeley Packet Filter) chamado bpf- LSM.

Também é novo o recurso de contabilidade do agendador invariável em frequência para determinadas CPUs x86.

Isso promete melhorar o comportamento das tarefas em execução no mesmo processador ao lidar com escala de frequência e tensão dinâmica. Além disso, agora é possível detectar bloqueios divididos em CPUs x86.

“Tivemos muitas mudanças em 5,7, como de costume (todas as estatísticas parecem normais – mas ‘normais’ para nós obviamente são muito grandes e significa quase 14 mil confirmações sem mesclagem em todo o mundo, de quase dois mil desenvolvedores)”, disse Linus Torvalds.

Entre outras mudanças dignas de nota, o kernel 5.7 do Linux oferece suporte à proteção contra gravação para a chamada do sistema userfaultfd, suporte para a criação de processos em cgroups diferentes do pai no clone, suporte para xattrs do usuário no cgroupfs, melhorias no gerenciamento de energia e Suporte de dispositivo vDPA.

   

Obviamente, vários sistemas de arquivos, arquiteturas, drivers (rede, som, serial etc.) e outros componentes principais foram atualizados para melhorar o suporte e o desempenho gerais do hardware.

Você tem a lista mais notável de notícias abaixo. A lista a seguir foi criada por Michael Larabel do site Phoronix e nela vemos novidades como:
 
Processadores:

  • O driver Intel P-State agora usa um controle deslizante Schedutil padrão no modo passivo (não HWP), graças ao suporte de invariância de frequência ao schedutil.
  • Preparativos para apoiar o RISC-V Kendryte K210 SoC.
  • Suporte para o Qualcomm Snapdragon 865.
  • Muitos novos dispositivos ARM compatíveis, incluindo PineTab, PineBook Pro e outros.
  • Atualizações da tecnologia Intel SpeedSelect.
  • Autenticação de ponteiro principal no ARM64.
  • Suporte de VM convidado seguro/protegido nas arquiteturas IBM s390 e POWER.
  • Melhor suporte para CPU/plataforma Loongson 3.
  • Uma correção de execução especulativa para CPUs C-SKY.
  • Rastreamento de pressão térmica para sistemas sobrecarregados termicamente para melhor colocação de trabalho em núcleos de CPU em execução a quente.

Gráficos de código aberto:

  • Os gráficos agora são considerados estáveis ​​o suficiente para fornecê-los prontos para uso.
  • Excelente suporte à página DRM TTM para aprimorar inicialmente a experiência VMWGFX, mas também outros drivers.
  • Corrigido alguns erros desagradáveis ​​com o Nouveau.
  • Melhor suporte à decodificação de vídeo Meson.
  • Intel iGPU vaza atenuação de segurança para hardware Gen7/Gen7.5 antigo.
  • Suporte de painel HDR/OLED em AMDGPU.
  • Correções para o novo hardware Renoir.
  • A pilha do driver gráfico VMware VMWGFX está se preparando para o suporte ao OpenGL 4.x.

Sistemas de arquivos e armazenamento:

  • IO_ durante aprimoramentos para essa interface de E/S do Linux.
  • Novo driver do sistema de arquivos exFAT que substitui o driver exFAT na área de preparação que existia para algumas versões. Este novo driver exFAT está em muito melhor forma e a Samsung o mantém ativamente.
  • Compactação Zstd para o sistema de arquivos F2FS.
  • O XFS está se preparando para suporte de reparo online e outros aprimoramentos subjacentes.
  • Melhorias de desempenho para Ceph.
  • Suporte a OverlayFS com VirtIO-FS na parte superior.
  • Preparação para o suporte de dispositivos zoneados no Btrfs.

Redes:

  • Suporte para um arquivo de troca remota via SMB3/CIFS.
  • Suporte de barramento Qualcomm MHI para aprimorar o suporte sem fio da Qualcomm no kernel principal do Linux, juntamente com o suporte à Qualcomm IPA.
  • Suporte para adaptadores Ethernet Intel E823 que ainda não foram lançados.
  • Suporte ao Intel Tiger Lake dentro do controlador E1000e.

Outro hardware:

  • Suporte de carregamento rápido da Apple USB para dispositivos iOS através de um novo controlador.
  • Os tablets Intel mais antigos têm melhor suporte à tela de toque.
  • Recursos de recuperação de desconexão de erro do PCI.
  • O controlador do mouse.
  • Novo suporte de hardware de som do Realtek RT5682 ao Amlogic GX e Realtek RL6231 e muito trabalho de firmware aberto de som.

infraestrutura:

  • Melhorias no gerenciamento de inicialização da EFI.
  • Melhorias de desempenho para /dev/random.
  • Otimizações de desempenho do SELinux.
  • Trabalho foi feito para tornar exec() menos propenso a conflitos.
  • A capacidade de gerar um processo em um cgroup diferente de seu parente.
  • Adições de subsistema Perf para AMD Zen 3 e Intel Tiger Lake.
  • Aprimoramentos do Kbuild que facilitam a construção do kernel com uma cadeia de ferramentas LLVM.
  • A nova chamada do sistema FSINFO é bastante fascinante.
  • Detecção de bloqueio de divisão para ajudar a perceber (ou matar) esse grande desempenho atingido.
  • Muitas atualizações no planejador de aprimoramentos do NUMA para outras funções.
  • Um pequeno controlador de botão de energia.
  • Suporte para uma estrutura aceleradora de acesso ao espaço do usuário unificada.
  • Limpeza geral de primavera para estadiamento.

Como instalar ou atualizar o Kernel 5.7

O Linux kernel 5.7 está disponível para download como tarball de origem para integradores de sistemas operacionais Linux no site kernel.org.

No entanto, ele é marcado como um kernel “principal”, portanto, é recomendável aguardar até o lançamento do primeiro ponto, o kernel Linux 5.7.1, chegar às ruas antes de atualizar.

Como de costume, você pode fazer o download do kernel a partir do kernel.org ou use um desses tutoriais:
Usando o Ubuntu Kernel Update Utility para atualizar o kernel do Ubuntu
Como instalar a versão mais recente do Kernel nos sistemas baseados em RPM

E se depois você quiser remover os kernel antigos, use esse tutorial:
Como remover kernels antigos no Ubuntu ou Linux Mint com segurança

O que está sendo falado no blog

No Post found.

Veja mais artigos publicados neste dia…

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade