Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Leitor de impressão digital do Samsung Galaxy S10 foi hackeado

Um redditor chamado darkshark9 informou que o Leitor de impressão digital Samsung Galaxy S10 foi hackeado. Confira os detalhes desse interessante hack.

O Samsung Galaxy S10 vem com um sensor ultrassônico de impressões digitais que está diretamente embutido no vidro, uma abordagem que a fabricante de celulares sul-coreana diz ser não apenas conveniente, mas também super segura.

Leitor de impressão digital do Samsung Galaxy S10 foi hackeado
Leitor de impressão digital do Samsung Galaxy S10 foi hackeado

Entretanto, a alegação de segurança foi recentemente desafiada pelo redditor darkshark9, que queria ver como é fácil vencer o sensor de impressão digital.

Leitor de impressão digital Samsung Galaxy S10 foi hackeado

E, como se constata, não leva mais do que alguns minutos, e tudo se resume a um método que expõe basicamente qualquer um que use um Galaxy S10 a esses hacks.

Em primeiro lugar, o redditor explica que eles usaram uma impressão digital deixada em um copo de vinho, que eles usaram para construir um modelo 3D.

Sobre o hack, darkshark9 disse o seguinte:

“Eu usei meu smartphone para tirar essa foto, mas certamente não está fora de questão usar uma câmera DSLR de comprimento focal longo para capturar uma imagem de impressão digital de uma sala … ou mais.”

Em seguida, a cópia digital da impressão digital foi carregada no Photoshop para aumentar o contraste e criar uma máscara alfa, enquanto o 3ds Max foi usado para um deslocamento de geometria e a criação de um modelo 3D.

“Eu coloquei esse modelo no software de impressão 3D e comecei a imprimi-lo. Isso foi impresso usando uma impressora de resina LCD AnyCubic Photon, que tem precisão de até 10 mícrons (em altura Z, 45 mícrons em x/y), o que é mais do que suficiente para capturar todos os sulcos em uma impressão digital.”

Levou apenas 13 minutos para criar a cópia impressa em 3D da impressão digital, que foi então usada para desbloquear com sucesso o Galaxy S10 (você pode ver o dispositivo autorizando a digitalização no vídeo abaixo).

A Samsung não comentou sobre esse hack de sucesso de seu dispositivo, e há uma grande chance de a empresa permanecer de boca fechada por enquanto.

Mas o que deve fazer, no entanto, é refinar ainda mais o software que alimenta o sensor ultrassônico de impressões digitais, já que este método mostra que praticamente qualquer pessoa com um Galaxy S10 pode ser hackeado em questão de minutos.

O que está sendo falado no blog

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.