Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

LG licenciará o webOS para uso em Smart TV’s de terceiros

A LG licenciará o webOS para uso em Smart TV’s de terceiros. Confira os detalhes dessa mudança que colocará a empresa na briga contra Google, Roku e Amazon.

WebOS é um sistema operacional baseado em um núcleo Linux pertencente a LG Electronics. Em 2013 a marca e o código do sistema foram comprados pela LG Electronics. O webOS foi totalmente remodelado a partir da base do sistema operacional, dando origem ao LG webOS, desenvolvido para Smart TVs.

Ele foi originalmente desenvolvido pela Palm para smartphones, adquirido pela HP para uso em tablets e telefones, e quando isso acabou sendo um fracasso, a HP vendeu seus ativos webOS para a LG, que o usa para TVs inteligentes e outros produtos domésticos inteligentes.

Agora, a LG planeja licenciar o software para uso em televisores feitos por outras empresas. A empresa diz que já assinou mais de 20 parceiros e espera adicionar mais no futuro.

LG licenciará o webOS para uso em Smart TV’s de terceiros

LG licenciará o webOS para uso em Smart TV's de terceiros
LG licenciará o webOS para uso em Smart TV’s de terceiros

Essa mudança coloca a LG no mesmo campo de empresas como Google, Roku e Amazon, que também licenciam seu software de TV inteligente para uso em televisores de terceiros.

Mas, de acordo com um relatório do The Verge, parece que os dispositivos parceiros ficarão um pouco atrás do hardware original da LG no que diz respeito a software – TVs de terceiros que são “alimentadas por webOS TV” serão fornecidas inicialmente com software webOS 5, enquanto as novas TVs LG deste ano devem rodar o software webOS 6 mais recente com uma interface de usuário atualizada.

Embora o webOS tenha suas raízes no espaço dos smartphones, a LG não tem planos oficiais de usar o sistema operacional para smartphones ou licenciá-lo para fabricantes de telefones.

Mas, há alguns anos, a empresa introduziu a plataforma webOS Open Source Edition, que teoricamente abre caminho para que os usuários adaptem o software às suas próprias necessidades.

O WebOS OSE 2.9.0 foi lançado há cerca de um mês e, entre outras coisas, inclui uma atualização do motor do navegador da web Chromium 79 para o Chromium 84, uma nova ferramenta para monitorar o uso de memória e um novo serviço de pesquisa unificado.

Pessoas que ainda estão interessadas em rodar webOS em telefones e tablets podem dar uma olhada no projeto LuneOS, mas o desenvolvimento tem estado bastante estagnado nos últimos anos e neste ponto não é realmente tão útil.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.