Lançado LibreOffice 6.0 com diversas melhorias – Confira!

Confira as novidades do pacote de escritório LibreOffice 6.0 e descubra como instalar no Linux!

O projeto Document Foundation anunciou o lançamento e a disponibilidade geral do pacote de escritório LibreOffice 6.0 para todas as plataformas suportadas, incluindo Linux, Android, Mac e Windows. Confira as novidades e descubra como instalar no Linux.


O LibreOffice é uma suíte de escritório livre compatível com os principais pacotes de escritório do mercado. O pacote oferece todas as funções esperadas de uma suíte profissional: editor de textos, planilha, apresentação, editor de desenhos e banco de dados.
Lançado LibreOffice 6.0 com diversas melhorias - Confira!
Lançado LibreOffice 6.0 com diversas melhorias – Confira!

Desenvolvido pela The Document Foundation, ele é bem mais que um pacote de aplicativos de escritório: o LibreOffice é uma das mais populares suíte de escritório multiplataforma e de código aberto.

De acordo com o anúncio:

“A Document Foundation anuncia o LibreOffice 6.0, um lançamento importante e uma suíte de escritório gratuita dramaticamente melhorada, que celebra o 7º aniversário da disponibilidade da primeira versão do LibreOffice. Atualmente, o LibreOffice é mais poderoso, simples e seguro e oferece interoperabilidade superior com Documentos do Microsoft

Novidades do LibreOffice 6.0

O LibreOffice 6.0 chega dois anos e meio depois da série 5.x, e até o momento, é o maior lançamento da suíte de escritório de código aberto e multiplataforma.

Ele apresenta um design renovado com novos estilos de mesa, barras de notebook aprimoradas, novos gradientes, novos ícones Elementares, melhorias de menu e barra de ferramentas e motivos atualizados/tela inicial.

Essa versão oferece interoperabilidade superior com documentos do Microsoft Office e compatibilidade com o formato EPUB3, permitindo que os usuários exportem arquivos ODT para o formato EPUB3.

Ele também permite importar seus documentos e modelos do AbiWord, Microsoft Publisher, PageMaker e QuarkXPress, graças à implementação de um conjunto de novas bibliotecas de código aberto contribuídas pelo projeto Document Liberation.

Muitas grandes melhorias foram feitas para os filtros OOXML e ODF, bem como no EMF+, Adobe Freehand, Microsoft Visio, Adobe Pagemaker, FictionBook, Apple Keynote, Pages e Numbers, bem como a funcionalidade de importação do Quattro Pro e de exportação para XHTML.

O LibreOffice Online recebeu inúmeras melhorias também nesta grande versão do LibreOffice.

Estes incluem um novo recurso “Salvar como”, uma nova caixa de diálogo “Localizar e substituir”, a capacidade do Calc de gerenciar meio milhão de linhas e o suporte de verificação ortográfica para Writer, Calc e Impress.

Além disso, o LibreOffice 6.0 repaginou a caixa de diálogo Caracteres especiais com a adição de listas para caracteres recentes e favoritos e um campo de pesquisa. A caixa de diálogo Personalizar foi também redesenhada.

Novos recursos e funcionalidades para Writer, Calc, Impress e Draw

Confira abaixo os novos recursos e funcionalidades para Writer, Calc, Impress e Draw.

Writer

O Writer do LibreOffice 6.0 possui um novo menu de formulário para facilitar a concepção de formulários e criar formulários PDF compatíveis com padrões, comportamento de campo de entrada melhorado, capacidade de rotação de imagens em qualquer ângulo, função de mala direta aprimorada com suporte para escrever um documento ou um documento Arquivo XLSX como fonte de dados, novo espaço de coluna padrão de 0,5 cm e um novo conjunto de estilos de lista de numeração padrão.

Calc

O Calc no LibreOffice 6.0 recebeu funções compatíveis com ODF 1.2 como FINDB, REPLACEB e SEARCHB para melhorar o suporte ao formato padrão ISO, a capacidade de exportar uma seleção de células ou um grupo selecionado de formas (imagens) nos formatos JPG ou PNG.

Foi melhorada a Caixa de diálogo “Links”, colar texto não formatado e um novo comando para selecionar células desprotegidas em folhas protegidas ou desprotegidas.

Impress e Draw

Impress e Draw do LibreOffice 6.0 recebeu um novo tamanho de slide padrão de 16: 9 para suportar a maioria dos fatores de forma modernos de telas e projetores, juntamente com 10 novos modelos de Impress e atualizados mais velhos,

Também foi removida a caixa de diálogo de confirmação ao definir uma imagem como slide ou fundo da página e há mais possibilidades de colocação e ampliação na caixa de diálogo Duplicar e uma interface melhor para lidar com os atributos da camada no Draw.

Geral

Por último, mas não menos importante, o LibreOffice 6.0 permite aos usuários usar chaves OpenPGP para assinar documentos ODF em todas as plataformas suportadas, juntamente com suporte experimental para criptografia baseada em OpenPGP.

Essa versão também melhora a barra de ferramentas Localizar com uma lista suspensa de tipos de pesquisa para acelerar a navegação e melhora a classificação do documento para permitir várias políticas. Também foram adicionadas novas fontes Noto e LibreOffice Helper.

Complementando o assunto, o novo lançamento do LibreOffice Viewer para Android está próximo e virá com suporte para criar novos documentos, uma barra de ferramentas baseada em tabulações com opções de formatação, suporte para adicionar imagens da câmera do dispositivo, armazenamento em nuvem ou local, um modo de apresentação para Impress e uma melhoria na interface de usuário no Calc com cabeçalhos de coluna.

Para saber mais detalhes sobre essa versão do programa, clique acesse a nota de lançamento.

Como instalar o LibreOffice 6.0 no Linux

Os pacotes de binário e fontes do LibreOffice 6.0 podem ser baixados para sistemas operacionais Linux, MacOS e Microsoft Windows através do site oficial.

Para instalar o LibreOffice 6.0 no Linux, siga as instruções desse tutorial:

Como instalar a versão mais recente do LibreOffice no Linux

Conheça melhor o LibreOffice

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

E se você quiser conhecer melhor e usar o LibreOffice, viste o site da revista LibreOffice Magazine.

O que está sendo falado no blog nos últimos dias





blog comments powered by Disqus