Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Linux Mint 19.2 já está disponível para download! Baixe agora!

Embora ainda não tenha sido oficialmente lançado, o Linux Mint 19.2 já está disponível para download. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Linux Mint é uma distribuição baseada no Ubuntu cujo objetivo é fornecer uma experiência de desktop clássica com muitas ferramentas convenientes e personalizadas e suporte multimídia opcional opcional.

Linux Mint 19.2 já está disponível para download! Baixe agora!
Linux Mint 19.2 já está disponível para download! Baixe agora!

Ele também adiciona uma área de trabalho e menus personalizados, várias ferramentas de configuração exclusivas e uma interface de instalação de pacotes baseada na web.

Como não poderia ser diferente, o Linux Mint é compatível com repositórios de software do Ubuntu.

Agora, a versão estável final do Linux Mint 19.2 já está disponível para download.

Sim. Disponível! Não fique muito animado, pois ele ainda não foi oficialmente lançado, e é por isso que o título deste artigo não diz que o Linux Mint 1.92 foi lançado.

Mas o abençoado release da .iso finalizada foi aprovado para lançamento e ela já está nos servidores Linux Mint e nos espelhos de lançamento, onde o impaciente pode pegar uma cópia.

Observe que você não poderá fazer o upgrade para o Linux Mint 19.2 de um lançamento anterior até que o lançamento tenha sido anunciado oficialmente.

Mas, você não terá que esperar muito: o lançamento está previsto para o final desta semana.

Novidades do Linux Mint 19.2

Linux Mint 19.2 é uma atualização modesta, já que maioria das alterações servem apenas para refinar o que já está lá.

Se fosse para resumir as alterações em uma linha, seria: “mais do mesmo, mas melhor” – e claro, digo isso de uma maneira boa.

O Linux Mint 19.2 apresenta o release do Cinnamon 4.2.x como a área de trabalho padrão.

Esta pequena atualização não faz mudanças radicais (phew), mas é mais rápida e usa menos memória do que as versões oferecidas nas versões anteriores do Linux Mint 19.0 e Linux Mint 19.1.

Aliás, o gerenciador de arquivos do Nemo recebeu ajustes de desempenho, e por conta disso, usa menos memória nesta atualização.

Ele também permite que os usuários “fixem” arquivos e pastas e ofereçam suporte a scripts extensíveis.

Além do que já foi dito, outras mudanças notáveis dessa atualização são:

  • Gerenciamento de kernel melhorado no Update Manager;
  • O Gerenciador de software pode buscar chaves GPG “ausentes”;
  • Gerenciador de software pode digitalizar / remover fontes duplicadas;
  • Consumo de RAM reduzido para Cinnamon;
  • As otimizações do gerenciador de janelas do Muffin resultam em uma sensação “mais suave”;
  • Menu Mint distingue agora aplicativos duplicados (por exemplo, flatpak, snap);
  • Novas configurações da barra de rolagem;
  • Nova ferramenta “Boot Repair” incluída no ISO;
  • “Documentos recentes” ativados por padrão;
  • Os miniaplicativos Blueberry permitem que você disecte/conecte dispositivos pareados mais rapidamente;
  • Xed suporta alternar comentários e blocos de comentários;
  • Novos papéis de parede;
  • Mint GTK theme tweaks.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

E claro, dê uma olhada nas:
Dicas de coisas para fazer depois de instalar o Linux Mint 19

Baixe e experimente o Linux Mint 19.2

A imagem ISO do Linux Mint 19.2 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.
Ou se preferir, acesse os links abaixo diretamente:
Linux Mint 19.2 de 32 bits
Linux Mint 19.2 de 64 bits

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.