Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Manjaro 20.1 lançado com KDE Plasma e GNOME mais recentes

E foi lançado o Manjaro Linux 20.1 com kernel 5.8, KDE Plasma e GNOME mais recentes e outros recursos. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Manjaro Linux é um sistema operacional rápido, fácil de usar e orientado para desktop, baseado no Arch Linux. Os principais recursos incluem processo de instalação intuitivo, detecção automática de hardware, modelo estável de lançamento contínuo, capacidade de instalar vários kernels, scripts Bash especiais para gerenciamento de drivers gráficos e ampla capacidade de configuração da área de trabalho.

O Manjaro Linux oferece o Xfce como as principais opções da área de trabalho, além do KDE, GNOME e uma edição minimalista da Net para usuários mais avançados. Também estão disponíveis tipos de desktops suportados pela comunidade.

Esse sistema usa o modelo de desenvolvimento conhecido como Rolling Release, para que os usuários existentes possam atualizar para a nova versão a partir do mesmo sistema operacional.

Agora, a equipe do Manjaro Linux anunciou a disponibilidade geral do lançamento do Manjaro 20.1, que traz todas as atualizações de software e correções de segurança mais recentes dos repositórios do Arch Linux.

Novidades do Manjaro Linux 20.1

Manjaro 20.1 lançado com KDE Plasma e GNOME mais recentes
Manjaro 20.1 lançado com KDE Plasma e GNOME mais recentes

Apelidado de Mikah, o Manjaro 20.1 está aqui cinco meses depois de Manjaro Linux 20.0 Lysia e apresenta a mais recente série de kernel Linux 5.8 para suporte de hardware de primeira linha, a última série Pamac 9.5 para gerenciamento de pacotes pronto para uso com mais desempenho, tratamento de erros Alpm aprimorado e melhor suporte regex.

Começando com este lançamento, Manjaro Linux agora também constrói pacotes do AUR (Arch User Repository) do Arch Linux e instala o máximo possível em uma única operação para que você sempre tenha as versões mais recentes dos pacotes em suas instalações.

Conforme esperado com cada nova versão do Manjaro, os ambientes de desktop mais recentes estão incluídos.

Enquanto a edição principal continua com o ambiente de desktop leve Xfce 4.14, as edições KDE Plasma e GNOME vêm com as versões Plasma 5.19.5 e GNOME 3.36.6.

Claro, todas as edições receberam melhorias para uma melhor experiência do Manjaro Linux.

   

Por exemplo, a edição KDE Plasma vem com uma aparência totalmente redesenhada e o mais recente pacote de software KDE Applications 20.08, e a edição Manjaro Architect agora suporta instalações ZFS.

Por último, mas não menos importante, o Manjaro 20.1 inclui pacotes KDE-git e Deepin atualizados, uma ferramenta MHWD (Manjaro Hardware Detection) aprimorada com melhor manuseio de pacotes, bem como as atualizações usuais de pacotes Python e Haskell.

Os repositórios Manjaro Linux também foram atualizados e agora incluem os gerenciadores de senha Bitwarden e Enpass.

Também está incluído o gerenciador de virtualização VirtualBox 6.1.14 mais recente para todas as suas necessidades de virtualização.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Manjaro Linux 20.1

A imagem ISO do Manjaro Linux 20.1 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

No entanto, se você já estiver executando o Manjaro 20.0 em seu computador pessoal, tudo o que você precisa fazer é executar o comando sudo pacman -Syu em um emulador de terminal para instalar todas as atualizações de software e correções de segurança mais recentes.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.