Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Microsoft encerrou o suporte para o Internet Explorer

Após 30 anos de estrada, a Microsoft encerrou o suporte para o Internet Explorer e está aposentando de vez seu navegador mais antigo.

Lançado inicialmente como parte do pacote de complementos Plus! para Windows 95 no mesmo ano, o Internet Explorer foi uma série de navegadores web gráficos desenvolvidos pela Microsoft e inclusos como parte da linha de sistemas operacionais Microsoft Windows, iniciado em 1995.

Apesar da piada diz que a única coisa para a qual o Internet Explorer era bom era baixar um navegador de terceiros, o primeiro navegador da Microsoft foi empacotado com o Windows por quase duas décadas, tornando-o o navegador de fato para milhões de usuários.

Agora, a Microsoft está aposentando o Internet Explorer, sugerindo que os usuários mudem para o navegador Edge mais recente da empresa (embora o Firefox, Chrome, Opera, Vivaldi, Brave e outras opções existam claramente).

Microsoft encerrou o suporte para o Internet Explorer

Microsoft encerrou o suporte para o Internet Explorer
Microsoft encerrou o suporte para o Internet Explorer

É claro que o Internet Explorer teve um grande impacto no desenvolvimento da Web desde que a primeira versão do navegador foi lançada em 1995, e muitos sites mais antigos ainda exigem o Internet Explorer para a funcionalidade adequada.

Então, a Microsoft criou um modo IE em seu navegador Edge e planeja continuar suportando esse recurso até pelo menos 2029.

O que acontece depois disso provavelmente dependerá de quantas pessoas ainda estão usando o modo IE naquele momento.

Então, como é a aposentadoria do Internet Explorer? A Microsoft diz que nos próximos meses:

  • Os usuários que abrirem o Internet Explorer em um computador que o tenha instalado serão redirecionados para o Edge com o modo IE.
  • Clicar no ícone do IE no menu Iniciar, na barra de tarefas ou na área de trabalho abrirá o Edge no modo IE.
  • Eventualmente, a Microsoft lançará um Windows Update que desativa permanentemente o Internet Explorer e remove todos os ícones do IE do seu dispositivo.

A Microsoft observa que marcadores, senhas e configurações serão migrados automaticamente do IE para o Edge e, se você visitar um site que não seja compatível com o Edge, poderá pressionar um botão “Recarregar no modo IE” na barra de ferramentas do Edge.

Dito isso, a Microsoft reconhece que pode haver alguns “ambientes críticos” onde o Internet Explorer ainda é exigido por clientes empresariais e empresariais. Portanto, a empresa continuará a oferecer suporte ao IE em vários ambientes, incluindo:

  • Windows 10 LTSC
  • Servidor Windows (todas as versões)
  • Edição do governo chinês do Windows 10
  • Windows 8.1 com atualizações de segurança estendidas
  • Windows 7 com atualizações de segurança estendidas

A Microsoft diz que continuará a oferecer suporte ao IE nesses sistemas até que os próprios sistemas operacionais não sejam mais suportados.

Outra coisa a ter em mente é que o Windows 11 nunca deu suporte ao Internet Explorer, portanto, tudo mencionado acima se aplica apenas ao Windows 10 e versões anteriores.

Felizmente, os usuários de Linux tem um boa variedade de navegadores (incuindo o Edge, o sucessor do IE) e não vão sentir a menor falta do Internet Explorer.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.