Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

MuseScore 3.6 lançado com novas fontes, melhorias e correções de bugs

E foi lançado o MuseScore 3.6 com novas fontes, melhorias e correções de bugs. Confira as novidades dessa versão e veja com instalar no Linux.

MuseScore é um software gratuito de edição de partituras. Ele permite criar, reproduzir e imprimir suas partituras, diretamente no PC.

O programa é distribuído sob a licença GNU/GPL e possui versões para Windows, Mac OS X e Linux, além de tradução para 43 idiomas, incluindo o português.

Musescore é bastante intuitivo e ótimo para aqueles que estão iniciando no universo das partituras, pois todos os seus recursos são de fácil acesso e assimilação.

Trata-se de um editor WYSIWYG completo com suporte a reprodução de partitura e importação/exportação de arquivos MusicXML e MIDI. E como já foi citado, notação para percussão e tablatura para instrumentos de cordas são suportadas, assim como impressão direta.

MuseScore suporta um número ilimitado de pautas, até quatro vozes por pauta, importa e exporta arquivos em MusicXML e MIDI e possui o sintetizador FluidSynth e sequenciador integrados.

Agora, o foi lançada a nova versão principal 3.6 com muitos novos recursos, melhorias e correções de bugs.

Novidades do MuseScore 3.6

MuseScore 3.6 lançado com novas fontes, melhorias e correções de bugs
MuseScore 3.6 lançado com novas fontes, melhorias e correções de bugs

Dentre as correções do MuseScore 3.6, destacam-se:

  • Novas fontes de notação padrão “Leland”
  • Nova fonte de texto padrão “Edwin”
  • Novo diálogo sugere experimentar os novos padrões de gravura
  • Ordenação e classificação automática de pontuação
  • Justificativa vertical automática de aduelas
  • Adicionado instrumento Mountain Dulcimer e predefinições de guia de 3 cordas
  • Adicionado portamento para sintetizador FLUID
  • Adicionada fonte de notação Petaluma
  • Adicionados mnemônicos para “Salvar”, “Salvar como” e “Gerenciador de recursos”

A nova versão também apresenta muitas melhorias de interface do usuário e desempenho, incluindo:

  • Melhorou o algoritmo de justificação vertical da equipe
  • Funcionalidade e aparência aprimoradas do botão “Adicionar paletas”
  • Implementado um novo diálogo “Exportar”
  • Adicionados símbolos fermata estendidos ao MusicXML I/O
  • Adicionadas linhas de compasso pesadas, reversas e duplas
  • Adicionada uma interpretação de duração de harmonia
  • Adicionado suporte para triplo afiado e triplo plano

E muitas outras melhorias, toneladas de correções de bugs. Para detalhes, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o MuseScore

Para instalar a versão mais recente do MuseScore nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o editor de partituras MuseScore no Linux
Como instalar o editor de partituras MuseScore no Linux via Flatpak
Como instalar o editor de partituras MuseScore no Linux via Snap

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.