Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Pinta 1.7.1 lançado com correções de bugs e alguns novos recursos

E foi lançado o Pinta 1.7.1 com correções de bugs e alguns novos recursos. Confira as novidades e veja como instalar no Linux.

Pinta é um programa gratuito, ele é um editor de imagem simplificado, concebido para servir como uma alternativa ao GIMP para usuários casuais.

Ele é um aplicativo de edição, desenho e pintura de imagens com uma interface simples e poderosa. O Pinta possui uma ampla variedade de ferramentas de desenho, incluindo: mão livre, retângulos, círculos e linhas.

Agora, Pinta acaba de receber outra atualização robusta, a versão 1.7.1.

Novidades do Pinta 1.7.1

Pinta 1.7.1 lançado com correções de bugs e alguns novos recursos
Pinta 1.7.1 lançado com correções de bugs e alguns novos recursos

No ano passado, eu escrevi sobre editor Pinta recebendo uma atualização massiva após 5 anos de silêncio, e agora os desenvolvedores da Pinta informaram sobre o lançamento e disponibilidade geral da Pinta 1.7.1, a primeira versão pontual chegando mais de quinze meses após a Pinta 1.7.

A nova versão é principalmente uma atualização de correção de bug, mas também traz alguns novos recursos, como a capacidade de rolar a tela horizontalmente mantendo pressionada a tecla Shift enquanto usa a roda do mouse ou a capacidade de aumentar e diminuir o zoom de uma imagem sem pressionar a tecla Ctrl.

Além disso, a versão Pinta 1.7.1 permite aos usuários trocar as cores da paleta primária e secundária pressionando X, bem como mover por um único pixel nas ferramentas Mover Pixels Selecionados e Mover Seleção usando as teclas de seta, e restringir uma imagem para uma escala uniforme ao dimensionar por meio da ferramenta Mover Pixels Selecionados com a tecla Shift.

Além disso, a nova atualização apresenta uma caixa de diálogo mais amigável ao tentar abrir um formato de arquivo não suportado e atualiza a caixa de diálogo Sobre para permitir que os usuários copiem facilmente as informações da versão para a área de transferência para relatórios de bug.

Entre outras mudanças dignas de nota, Pinta 1.7.1 melhora as mensagens de erro quando o usuário não lê ou escreve as permissões para um arquivo, melhora as dicas de ferramentas para abas para também mostrar o caminho completo do arquivo, torna mais alternar entre ferramentas que compartilham o mesmo atalho consistente e melhora o manuseio de falhas de alocação de memória para imagens grandes.

Vários bugs foram corrigidos nesta atualização para também melhorar a funcionalidade de Corte Automático, a ferramenta Lápis, a ferramenta Texto, as ferramentas Forma, a ferramenta Mover Pixels Selecionados, bem como para resolver alguns travamentos e outros incômodos.

Para saber mais sobre essa versão do Pinta, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar

Para instalar a versão mais recente do editor Pinta nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o editor de imagens Pinta no Linux via Flatpak
Tenha um editor de imagens simples e completo com o app Pinta

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.