Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

ProtonVPN lançou seu aplicativo para Linux com interface gráfica

Depois de muito tempo com apenas um cliente CLI, a ProtonVPN lançou seu aplicativo para Linux com interface gráfica para facilitar o uso de sua VPN.

O aplicativo ProtonVPN sempre esteve disponível para dispositivos móveis e também para Windows, mas não podíamos usá-lo no Linux e tínhamos que contar com a versão de linha de comando.

O aplicativo com interface gráfica apareceu recentemente nos repositórios oficiais do Manjaro, mas foi só hoje que a empresa oficializou seu lançamento.

ProtonVPN lançou seu aplicativo para Linux com interface gráfica

ProtonVPN lançou seu aplicativo para Linux com interface gráfica
ProtonVPN lançou seu aplicativo para Linux com interface gráfica

A notícia, que foi enviada por e-mail a todos os usuários do ProtonMail, é que agora podemos usar o software VPN com o aplicativo com a interface do usuário.

Até agora, embora houvesse algo no AUR (Arch Linux) por um tempo, tínhamos que abrir um terminal, digitar um comando, escolher uma VPN entre 3 países, ou mais para usuários pagos, e conectar. Agora podemos fazer isso com o mouse.

Para instalar o ProtonVPN podemos fazer o que está explicado no site oficial, que podemos resumir da seguinte forma:

  • Debian/Ubuntu/Linux Mint/MX Linux/Kali Linux e qualquer sistema baseado em Debian ou Ubuntu é assumido: o pacote DEB é baixado e instalado. Isso também instalará o repositório para atualizações futuras.
  • Fedora – O pacote RPM é baixado e instalado para você instalar o software e o repositório.
  • Arch Linux/Manjaro e sistemas baseados em Arch – Disponível no AUR. Se tivermos o Pamac instalado, basta procurar “protonvpn”, clicar em instalar, depois OK, colocar a senha e aceitar instalar o software e dependências.

E seu funcionamento é muito simples. Ao contrário da versão CLI onde você tinha que colocar sua “chave”, no aplicativo ProtonVPN basta colocar seu nome de usuário e senha e clicar em “Quick Connect” (Conexão rápida) ou escolher um servidor.

Provavelmente veremos que o WiFi está desconectado, mas, mesmo que o ícone não indique assim, estaremos conectados à internet.

ProtonVPN lançou seu aplicativo para Linux com interface gráfica
ProtonVPN lançou seu aplicativo para Linux com interface gráfica

Dadas as novidades, temos que lembrar algo sobre VPNs: se o que queremos é privacidade e segurança real, vale a pena assinar uma paga.

Os gratuitos são, além de mais lentos, menos seguros. Eles podem ser usados ​​para pular alguns bloqueios geográficos, mas pouco mais.

Se é disso que você precisa, ProtonVPN é uma das melhores opções, e ainda mais agora que existe uma interface de usuário oficial para Linux.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.