Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Qubes OS 4.0.2 lançado com kernel 4.19.89 e outras atualizações

O projeto Qubes OS lançou mais uma atualização do seu sistema altamente compartimentado, o Qubes OS 4.0.2. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O Qubes OS é uma distribuição Linux desktop orientada para a segurança e baseada no Fedora, cujo principal conceito é “segurança por isolamento”, usando domínios implementados como máquinas virtuais Xen leves.

Qubes OS 4.0.2 lançado com kernel 4.19.89 e outras atualizações
Qubes OS 4.0.2 lançado com kernel 4.19.89 e outras atualizações

Ele tenta combinar dois objetivos contraditórios: como tornar o isolamento entre domínios o mais forte possível, principalmente devido à arquitetura inteligente que minimiza a quantidade de código confiável, e como tornar esse isolamento o mais simples e fácil possível.

Enfim, esse sistema permite aos usuários “compartimentar” tarefas de computação em compartimentos isolados chamados qubes.

Agora, para começar bem o ano novo, foi lançado o Qubes OS 4.0.2.

Novidades do Qubes OS 4.0.2

Qubes 4.0.2 atualiza o kernel do Linux para a versão 4.19.89

Este é o segundo lançamento de ponto estável do Qubes 4.0. Ele inclui muitas atualizações sobre a versão 4.0 inicial, em particular: todas as atualizações 4.0 dom0 até o momento; Fedora 30 TemplateVM; Debian 10 TemplateVM; Whonix 15 Gateway e Workstation TemplateVMs; e como dito antes, Kernel Linux 4.19 por padrão.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Qubes OS 4.0.2

Se você instalou o Qubes 4.0 ou 4.0.1 e atualizou completamente, seu sistema já é equivalente a uma instalação do Qubes 4.0.2. Não é necessária nenhuma ação adicional.

Para quem que fazer uma instalação a partir do zero, a imagem ISO do Qubes OS 4.0.2 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Como tem 4,5 GB, a imagem ISO do Qubes 4.0.2 não caberá em um DVD de camada única (para obter os detalhes técnicos subjacentes a isso, consulte o número 5367). Em vez disso, é recomendável copiar a imagem ISO em uma unidade USB suficientemente grande.

No entanto, se você preferir usar mídia ótica, é melhor usar um DVD de camada dupla ou um disco Blu-ray.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.