Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Qutebrowser 1.12.0 lançado com novos comandos! Confira as novidades!

E foi lançado o Qutebrowser 1.12.0 com novos comandos e recursos. Confira as novidades dessa atualização e veja como instalar no Linux.

qutebrowser é um navegador que se destaca dos demais e é caracterizada por fornecer uma interface gráfica mínima que não distrai o usuário de ver o conteúdo e um sistema de navegação no estilo editor de texto Vim. Enfim, este navegador da Web é inteiramente baseado em combinações de teclado.

O navegador suporta um sistema de guias, gerenciador de downloads, modo de navegação privada, visualizador de PDF embutido (pdf.js), sistema de bloqueio de anúncios (no nível de bloqueio do host), uma interface para visualizar o histórico de visitas .

Para assistir a vídeos no YouTube, você pode configurar uma chamada de player de vídeo externo. Você pode percorrer a página com as teclas ‘hjkl’, pressionar ‘ou’ para abrir uma nova página, alternar entre as guias com as teclas ‘J’ e ‘K’ ou com o ‘número Alt-tab’.

Quando você pressiona “:”, um prompt de comando é exibido, onde é possível pesquisar na página e executar comandos típicos, como no vim, por exemplo, “:q” para sair e “:w” para salvar a página.

Novidades do Qutebrowser 1.12.0

Qutebrowser 1.12.0 lançado com novos comandos! Confira as novidades!
Qutebrowser 1.12.0 lançado com novos comandos! Confira as novidades!

Esta nova versão do navegador vem com novos comandos adicionados, um deles é o comando “:debug-keytester” que, quando digitado, mostra um widget de teste de chave.

Outro novo comando é o comando “:config-diff”, que quando você digita no navegador, o que faz é abrir a página de serviço do navegador “qute://configdiff”.
 
Por outro lado, outra mudança significativa é a nova configuração “colors.contextmenu.disabled.{Fg,bg}” usada para alterar as cores dos elementos inativos no menu de contexto.

Também foi adicionado um novo modo de seleção de linha “:toggle-selection –line” associado ao atalho do teclado Shift-V.

Para a parte de configurações adicionadas, “colors.webpage.darkmode.*” É mencionado, o qual é responsável por controlar o modo escuro da interface.

Das outras mudanças que se destacam nesta nova versão, destacam-se os seguintes itens:

  • O comando “:tab-give –private” agora desconecta a guia em uma nova janela com o modo privado ativo.
  • O sinalizador de depuração «-debug-flag log-cookies» foi implementado para gravar todos os cookies no log.
  • o tox -e mkvenv obsoleto no qutebrowser v1.10.0 foi removido. Use o script mkvenv.py.
  • Suporte para o uso de config.bind (chave, Nenhum) no config.py que uma chave de desatamento está desatualizada e na v1.8.2 e agora foi removida. Use config.unbind (key).
  • A redução do arranque foi preterida na v1.7.0 e agora foi removida. Use: arranque inline [{title}] ({url}).
  • Por fim, se você quiser saber mais sobre esta nova versão ou sobre o navegador, verifique os detalhes em seu site oficial. O link é este.

Para saber mais sobre essa versão do Qutebrowser, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o Qutebrowser 1.12.0

Para instalar a versão mais recente do yyy nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar o navegador estilo Vim qutebrowser no Linux via Flatpak

Para quem estiver interessado em testar esse navegador, deve saber que a instalação no Ubuntu e em seus derivados (e na maioria das distros) é bastante simples, pois o pacote está dentro dos repositórios do Ubuntu.

Para executar a instalação do navegador, basta abrir um terminal (você pode fazê-lo com a combinação de teclas Ctrl + Alt + T) e escrever o seguinte comando:

sudo apt update
sudo apt install qutebrowser -y

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.