Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Rede Thunderbolt no Linux? NetworkManager já reconhece e configura

Se você possui equipamentos com a tecnologia e queria usar rede Thunderbolt no Linux, a boa notícia que o NetworkManager já reconhece e configura esse tipo de conexão. Confira os detalhes dessa novidade.


O desenvolvedor do GNOME, Christian Kellner, informou que ele e Thomas Haller conseguiram implementar o suporte a rede Thunderbolt no Linux, mais especificamente no ambiente GNOME, através do NetworkManager.

Rede Thunderbolt no Linux? NetworkManager já reconhece e configura
Rede Thunderbolt no Linux? NetworkManager já reconhece e configura

O suporte a rede Thunderbolt foi implementada pelo desenvolvedor da Intel Mika Westerberg no ano passado durante o desenvolvimento da série de kernel 4.15.

Então, finalmente a rede Thunderbolt havia chegado para sistemas operacionais baseados em Linux para permitir conexões de rede ponto a ponto (P2P), onde você conecta dois computadores diretamente através de um cabo Thunderbolt certificado, para transferir arquivos.

Rede Thunderbolt no Linux? NetworkManager já reconhece e configura

Mas enquanto a implementação já estava lá no kernel do Linux, ainda estava faltando a implementação no espaço do usuário, para fazer com que a rede Thunderbolt funcionasse em uma instalação padrão de uma distribuição Linux.

Adicionando uma nova regra do udev no NetworkManager, os dois desenvolvedores conseguiram carregar o módulo de kernel thunderbolt-net.

Sobre o feito, Christian Kellner, disse o seguinte:

“Então, agora, se você conectar um sistema Linux a outra máquina, o NetworkManager configurará a conexão para ser uma Link-Local. Eu testei com sucesso de Fedora para Fedora, Fedora para macOS e Fedora para Windows 10. Os outros sistemas operacionais também usam um endereço Link-Local por padrão.”

Rede Thunderbolt no Linux? NetworkManager já reconhece e configura

E eles não pararam por aí, pois o NetworkManager, que é a ferramenta de gerenciamento de conexões de rede mais usada entre as distribuições Linux, agora pode usar a configuração Link-Local por meio de outra nova regra do udev, que define a propriedade udev NM_AUTO_DEFAULT_LINK_LOCAL_ONLY para todos os dispositivos de rede, usando o driver thunderbolt-net.

Graças a isso, todas as novas conexões Thunderbolt agora aparecerão como um dispositivo de rede “thunderbolt0”, que pode ser visualizado e gerenciado a partir de um emulador de terminal, do Applet NetworkManager ou do painel Network nas Configurações do GNOME.

Se você quiser experimentar a rede Thunderbolt agora, terá que instalar o snapshot do NetworkManager 1.11.3 e executar o kernel do Linux 4.15 ou superior.

O GNOME 3.28 é a versão mais recente do ambiente de desktop amplamente utilizado, projetado para sistemas operacionais baseados em Linux, e é também o primeiro a oferecer suporte a dispositivos Thunderbolt 3.

É claro que a rede Thunderbolt não se limita apenas ao ambiente de desktop GNOME, já que o NetworkManager suporta qualquer distribuição Linux disponível.

O que está sendo falado no blog

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.