Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Rescuezilla 2 lançado com grandes e importantes mudanças

Shasheen Ediriweera anunciou o lançamento do Rescuezilla 2 com grandes mudanças. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

Rescuezilla é uma distribuição especializada baseada no Ubuntu, projetadas para tarefas de resgate do sistema, incluindo backups e restauração do sistema, que usa uma interface de usuário simplificada do LXDE.

Ela foi extraída do projeto “Redo Backup & Rescue”, que foi abandonado em 2012. Como seu antecessor, ele permite uma “restauração bare-metal” após qualquer falha de hardware diretamente da imagem live.

Os principais destaques do Rescuezilla são que a distro funciona diretamente da imagem do CD/USB live, trabalha com Linux, MacOS e Windows,
pesquisa automaticamente em uma rede local por unidades de backup ou restauração, recupera arquivos de dados perdidos ou excluídos e inclui ferramentas de configuração para gerenciar discos e unidades.

Agora, Shasheen Ediriweera anunciou o lançamento de mais uma atualização do seu sistema, o Rescuezilla 2.

Novidades do Rescuezilla 2

Rescuezilla 2 lançado com grandes e importantes mudanças
Rescuezilla 2 lançado com grandes e importantes mudanças

O Rescuezilla 2.0 é uma grande atualização, baseado no Ubuntu 20.04.1 LTS (Focal Fossa), que introduz backups no formato Clonezilla.

A boa notícia é que isso significa que todos os backups criados com o Rescuezilla serão totalmente compatíveis com a distribuição Clonezilla Live, portanto, você pode usar qualquer um para restaurar seus backups.

O melhor é que, se você tiver backups criados com versões anteriores do Rescuezilla, poderá restaurá-los usando o Rescuezilla 2.0. Mas infelizmente, você não poderá restaurar backups criados com as novas versões usando versões mais antigas do Rescuezilla.

Além disso, o Rescuezilla agora trata melhor as restaurações em discos menores ou maiores do que o original.

Outra novidade é o suporte para backup e restauração de dispositivos RAID (md) de software e cartões SD (mmcblk), suporte para restauração de partições individuais, junto com uma nova opção que não permite que as tabelas de partição sejam sobrescritas, bem como backup e restauração de sistema de arquivos de partições LVM (Linux Logical Volume Manager).

Além o mais, a tela de login foi migrada de SLiM para LightDM, o driver Nouveau é incluído por padrão para melhor suportar placas gráficas Nvidia mais antigas e há várias mudanças menores no menu de inicialização e ambiente de desktop gráfico para melhor usabilidade.

Agora existe um atalho na área de trabalho para o utilitário de editor de partição GParted, junto com um script de inicialização GParted atualizado para desativar temporariamente a funcionalidade de montagem com um clique do gerenciador de arquivos, evitando que o GParted e o Rescuezilla sejam executados ao mesmo tempo.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Rescuezilla 2

A imagem ISO do Rescuezilla 2 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

O Rescuezilla também está disponível como um arquivo DEB autônomo que pode ser usado em cima de uma instalação do Ubuntu 20.04 LTS, mas isso só é recomendado apenas para usuários avançados.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Categorias Linux, Notícias, Open Source, Software livre, Tecnologia, Ubuntu Tags , , , , ,

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.