Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

SME Server 10.0 RC 1 lançado com melhorias no armazenamento RAID

E foi lançado o SME Server 10.0 RC 1 com melhorias no armazenamento RAID. Conheça mais um pouco sobre ela e descubra onde baixar a distribuição.

O Servidor SME Koozali é uma distribuição completa, segura, estável e versátil de Servidor Linux para pequenas e médias empresas. É baseado nas sólidas fontes CentOS/Redhat e trazido a você por uma comunidade grande, ativa e qualificada, oferecendo desenvolvimento, contribs (plugins) e suporte, desde 2007.

SME Server era um produto comercial conhecido como e-smith. Em julho de 2001, a e-smith foi adquirida pela Mitel Networks, mas posteriormente a distro foi lançada como um produto open-source sob a licença GPL. Em maio de 2013 foi criada uma nova organização sem fins lucrativos para gerenciar o SME Server.

Na prática, o o SME Server, é uma distribuição Linux para quem quiser transformar a sua máquina num autêntico servidor.

O SME Server se integra facilmente com clientes Windows, Mac e Unix/Linux, e em ambientes de rede Linux e Windows.

É tão simples de usar como uma plataforma de servidor de negócios, mas ao contrário de soluções comerciais, todo o sistema é modular e extensível, para que possa ser adaptado às necessidades de empresas individuais.

Agora, a equipe de desenvolvimento do projeto anunciou um novo instantâneo de teste, SME Server 10.0 RC 1.

Novidades do SME Server 10.0 RC 1

SME Server 10.0 RC 1 lançado com melhorias no armazenamento RAID
SME Server 10.0 RC 1 lançado com melhorias no armazenamento RAID

O candidato a lançamento SME Server 10.0 RC 1 fornece uma série de melhorias relacionadas ao armazenamento RAID e instalação de mídia USB, bem como a capacidade de realizar instalações de rede.

Infelizmente, as atualizações locais não são suportadas. É necessário fazer backup e restaurar. (Lembre-se, teste apenas para fins e observe os avisos).

A restauração de um console sme9 ou backup de estação de trabalho agora é totalmente suportada.

No SME Server 10.0 RC 1 a instalação de um único disco não cria mais uma matriz Raid1 degradada. Dois ou mais discos serão criados como uma matriz Raid1-6.

O manuseio sobressalente para matrizes RAID agora está implementado. O suporte para outras configurações do Raid na instalação agora está implementado.

Além disso, o novo Server-Manager Framework, Mojolicious, está agora a caminho de uma implementação completa. As instalações USB são mais uma vez totalmente suportadas.

Nota: é importante usar aplicativos propostos para criar a mídia de inicialização. Net-install é mais uma vez totalmente suportado, repositórios adicionais facilmente adicionados.

Agora, a instalação em um sistema com suporte para UEFI BIOS também é totalmente compatível.

O backup do console e o backup da estação de trabalho para armazenamento removível agora são totalmente suportados. Mais detalhes são fornecidos nas notas de versão.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o SME Server 10.0 RC 1

A imagem ISO do SME Server 10.0 RC 1 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:
Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.