Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Solus 4.1 lançado com alterações de aplicativos e suporte a ESYNC para jogos Linux

E foi lançado o Solus 4.1 com alterações de aplicativos e suporte a ESYNC para jogos Linux, e mais. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

Solus é uma distribuição Linux construída a partir do zero. Ele usa uma versão bifurcada (fork) do gerenciador de pacotes PiSi, mantida como “eopkg” dentro do Solus, e um ambiente de desktop personalizado chamado “Budgie”, desenvolvido internamente.

Solus 4.1 lançado com alterações de aplicativos e suporte a ESYNC para jogos Linux
Solus 4.1 lançado com alterações de aplicativos e suporte a ESYNC para jogos Linux

A área de trabalho do Budgie, que pode ser configurada para emular a aparência da área de trabalho do GNOME 2, é totalmente integrada à pilha do GNOME.

Já se passaram mais de nove meses desde o lançamento do Solus 4, agora, essa popular distribuição de desktops Linux será bem-sucedida pelo Solus 4.1.

Novidades do Solus 4.1

Esta versão oferece uma nova experiência de desktop, pilhas de software atualizadas e ativação de hardware.

Todas as nossas edições apresentam o Firefox 72.0.2, LibreOffice 6.3.4.2 e Thunderbird 68.4.1.

Para reprodução multimídia de áudio e vídeo, o sistema oferece software pronto para uso que atende especificamente à experiência desejada para essa edição.

  • As edições Budgie, GNOME e MATE são fornecidas com o Rhythmbox para reprodução de áudio, com a versão mais recente da extensão Alternate Toolbar para fornecer uma experiência mais moderna ao usuário.
  • O Budgie e o GNOME são fornecidos com o GNOME MPV para reprodução de vídeo.
  • MATE é fornecido com o VLC para reprodução de vídeo.
  • O plasma é fornecido com o Elisa para reprodução de áudio e o SMPlayer para reprodução de vídeo.

Algumas das mudanças no Solus 4.1 incluem:

  • O Rhythmbox está fornecendo a experiência de reprodução de áudio padrão agora no Solus, além da versão do KDE usando o Elisa.
  • As rotações do Solus Budgiet e GNOME são fornecidas com o GNOME MPV para reprodução de vídeo, enquanto a versão MATE é fornecida com o VLC e o SMPlayer para reprodução de vídeo.
  • O kernel Linux 5.4.12 é usado por padrão para oferecer suporte a hardware Linux muito melhor e moderno. O Mesa 19.3.2 também garante uma boa cobertura de driver de código aberto.
  • O Zstd está sendo usado para compactar suas imagens do SquashFS. O uso do Zstandard leva a tempos de descompressão muito mais rápidos.
  • Systemd atualizado para a versão 244.
  • Suporte ao kernel ESYNC para melhorar a experiência de jogo Linux.
  • Muitas outras atualizações de pacotes.

Esta versão do Solus é fornecida com o kernel Linux 5.4.12, permitindo fornecer suporte para uma ampla gama de novos hardwares da AMD, Intel e NVIDIA, como:

  • Placas de vídeo AMD Radeon RX mais recentes, como as 5700 e 5700XT.
  • Processadores AMD Ryzen de terceira geração mais recentes, como o 3600 e o 3900X.
  • CPUs Intel Comet Lake e Ice Lake mais recentes.
  • GPUs NVIDIA mais recentes, como RTX 2080Ti.

Além disso, o Mesa foi atualizado para a versão mais recente, 19.3.2. O Mesa 19.3 introduz o suporte ao OpenGL 4.6 (para placas suportadas) e habilita o novo compilador de shader ACO experimental, além de uma ampla variedade de aprimoramentos para APUs AMD (Raven Ridge) e Intel Iris Pro Graphics.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o Solus 4.1

A imagem ISO do Solus 4.1 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Categorias bodhi, Deepin, Elementary, Kylin, Linux, Linux Mint, Open Source, Pop!_OS, Software livre, Tecnologia, Tutorial, Ubuntu, Zorin Tags , , , , ,

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.