Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

SpaceX lançou uma mala de viagem Starlink

Para aqueles usuários que querem levar seu kit Starlink, a SpaceX lançou uma mala de viagem Starlink, segundo o blogueiro @SawyerMerritt.

De acordo com relatos recentes do blogueiro do Twitter @SawyerMerritt, a SpaceX agora está lançando uma mala Starlink.

SpaceX lançou uma mala de viagem Starlink

SpaceX lançou uma mala de viagem Starlink
SpaceX lançou uma mala de viagem Starlink

O tweet de @SawyerMerritt também revela que o preço da mala é de US$ 250. Seu tweet diz:

“NOTÍCIA: @SpaceX lançou um estojo de viagem Starlink por US$ 250. Os recursos incluem um estojo rígido com zíper, alças de mochila e alças na parte superior e lateral. Serve para todos os itens que acompanham seu Starlink Kit, incluindo o roteador, a base e os cabos.”

SpaceX lançou uma mala de viagem Starlink
SpaceX lançou uma mala de viagem Starlink

Visualmente, esta mala Starlink apresenta um invólucro rígido com zíper com alças de mochila e alças superiores e laterais para maior comodidade.

De acordo com a introdução oficial, esta mala é adequada para viagens de RV. Ele permite que os usuários usem os serviços de rede da Starlink a qualquer hora e em qualquer lugar durante a viagem.

A mala pode conter os kits da Starlink, incluindo roteadores, docks e cabos. Vale a pena mencionar que esta mala é compatível apenas com a nova antena retangular de corrente estrela, não com a antena circular original.

O tamanho da mala Starlink é 64,8 x 43,2 x 33,7 cm e o peso total é de 4,5 kg. Ao mesmo tempo, a dica oficial é que o preço de US$ 250 inclui taxas de manuseio e frete.

A SpaceX lançou um documento chamado “Brightness Mitigation Best Practices for Satellite Operators”. O documento descreve como funciona com a comunidade de astronomia para reduzir a poluição luminosa e como reduz o brilho dos satélites Starlink.

Desde que os satélites Starlink subiram ao céu, a SpaceX tem sido frequentemente criticada e abusada pelos astrônomos pelo brilho de seus satélites Starlink.

A SpaceX observou que, trabalhando em conjunto, identificou e mitigou as principais causas do brilho do satélite. A empresa está trabalhando para tornar o satélite “invisível a olho nu” em sua altitude operacional padrão.

A SpaceX enfatizou que o trabalho da comunidade de astronomia não é apenas importante, mas continuará trabalhando com eles para reduzir o impacto em todas as operações de satélite.

“Como uma empresa de exploração espacial, a SpaceX é uma firme defensora da astronomia e das comunidades científicas”.

Segundo relatos, a SpaceX reforçou o design do espelho em seus satélites Starlink para evitar a reflexão difusa da luz.

A SpaceX também aponta que nem todos os materiais são altamente refletivos e alguns podem absorver ou tornar a luz refletida menos brilhante.

Além disso, a SpaceX também usou designs como viseiras de sol e filmes espelhados transparentes de radiofrequência para reduzir o problema de dispersão da luz solar.

Para a primeira geração de satélites, a SpaceX também desenvolveu viseiras de sol especificamente.

Segundo relatos, eles são feitos de um material invisível às frequências de rádio especialmente desenvolvido por engenheiros.

Para completar, a SpaceX também desenvolveu películas espelhadas transparentes de RF como alternativa aos pára-sóis. O filme espalha a maior parte da luz do sol para longe da Terra.

A SpaceX diz que vem melhorando seus revestimentos de espelho para reduzir a quantidade de luz refletida de volta à Terra.

Vale ressaltar que em comparação com a primeira geração de satélites, a SpaceX também melhorou o material de suporte entre suas baterias.

Simplificando, altere o material branco para material vermelho escuro. A desvantagem é que o escurecimento do material aumenta a temperatura do painel solar, o que reduz o desempenho.

A SpaceX observa que seus satélites de segunda geração adicionarão mais capacidade à rede Starlink; dando suporte a mais usuários em mais lugares.

O satélite de segunda geração usará três tecnologias avançadas de brilho, como filmes espelhados dielétricos, que podem reduzir o brilho em 90%.

A SpaceX vem melhorando consistentemente desde sua criação em 2002. A empresa possui alguns satélites e já fornece serviços de internet ininterruptos em muitas partes do mundo.

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.