Stadia é o serviço de jogos na nuvem do Google usando Linux

Confira os detalhes do serviço Stadia, que é o serviço de jogos na nuvem do Google usando Linux, Vulkan e uma GPU AMD personalizada!

Surpreendendo a todos, o Google anunciou que o Stadia é o serviço de jogos na do Google usando , Vulkan e uma GPU personalizada. Confira os detalhes do serviço.


O Google investe alto em novas tecnologias e mercados, isso é um fato. Por isso não foi nenhuma surpresa quando a empresa anunciou seu novo serviço de jogos na nuvem, o Stadia.
Stadia é o serviço de jogos na nuvem do Google usando Linux
Stadia é o serviço de jogos na nuvem do Google usando Linux

Stadia é o serviço de jogos na nuvem do Google usando Linux

O Google usou a Conferência anual de desenvolvedores de jogos (GDC 2019) para revelar oficialmente “Stadia” como seu serviço de streaming de jogos baseado em nuvem, conhecido anteriormente como Project Stream.

Sim. O Stadia é um serviço de streaming de jogos. Com ele, consoles e hardware em geral ficam em segundo plano, e os games rodam em qualquer dispositivo via streaming.

Na apresentação, uma informação muito interessante foi mostrada: o Stadia tem um poder gráfico que supera os dois principais consoles do mercado, PlayStation Pro e Xbox One X.

Stadia tem 10.7 Teraflops na GPU, enquanto o Xbox One X fica com 6.0 Teraflops e o PlayStation 4 Pro com 4.2 Teraflops.

No momento do lançamento, o Stadia poderá rodar games em qualidade 4K e 60 fps com HDR e Surround. Segundo o Google, futuramente, o Stadia chegará aos 8K com 120 fps para games.

Para surpresa geral, o serviço de streaming do Google Stadia é construído em servidores Linux. Também para mais surpresa ainda, a Vulkan é a sua API gráfica de escolha para streaming agora até 4K a 60FPS, enquanto eles planejam expandir para 8K a 120FPS no futuro.

O Google desenvolveu seu próprio controle otimizado para jogos com o Stadia, que inclui extras como o acesso de um botão ao streaming do YouTube.

O Google também revelou que fez uma parceria com a AMD para desenvolver uma GPU personalizada para seus data centers.

Isso é uma boa notícia e deve fortalecer ainda mais a pilha de drivers AMD Linux de código aberto. Stadia hardware é suportado por processadores personalizados de 2.7 GHz e 16 GB de RAM por instância.

A meta de lançamento do Google para acesso público ao serviço de streaming de jogos Stadia é simplesmente “2019”, mas esperamos que não demore muito tempo antes de descobrir mais detalhes técnicos sobre sua incursão no espaço cada vez mais lotado de streaming de jogos.

O que está sendo falado no blog

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo