Suporte a chips Snapdragon X está chegando ao kernel do Linux

Apesar de ainda ser um trabalho em andamento, o suporte a chips Snapdragon X está chegando ao kernel do Linux, diz a Qualcomm.

Espera-se que os primeiros PCs com chips Qualcomm Snapdragon X Elite e Snapdragon X Plus sejam lançados em breve.

E embora a maioria dos protótipos que a Qualcomm exibiu até agora executem Windows, a fabricante de chips diz que também está trabalhando para trazer suporte para seus novos processadores para o kernel do Linux.

Suporte a chips Snapdragon X está chegando ao kernel do Linux

Suporte a chips Snapdragon X está chegando ao kernel do Linux
Suporte a chips Snapdragon X está chegando ao kernel do Linux

Sim. O suporte a chips Snapdragon X está chegando ao kernel do Linux, graças a Qualcomm. A empresa postou um conjunto inicial de patches para seus novos chips um dia após o lançamento da família de processadores Snapdragon X Elite em outubro de 2023.

Desde então, a Qualcomm afirma que oferece suporte upstream para mais recursos, o que significa que o kernel Linux 6.9 inclui suporte para grande parte de o hardware básico que você precisa para colocar o Linux em funcionamento – na verdade, já existe uma imagem experimental do Debian disponível para PCs com chips Snapdragon X Elite.

Mas apesar de agora sabermos que o Suporte a chips Snapdragon X está chegando ao kernel do Linux, vale a pena ter em mente que o suporte ao Linux ainda é um trabalho em andamento.

O roteiro da Qualcomm para os próximos seis meses inclui a adição de suporte para recursos como otimização de desempenho de CPU e GPU, otimizações de energia, decodificação de vídeo acelerada por hardware nos navegadores Chrome e Firefox e recursos de câmera.

Alguns desses recursos devem chegar no Linux 6.10, enquanto outros estarão disponíveis no Linux 6.11. E a Qualcomm diz que também espera que no próximo semestre tenhamos “acesso a instaladores fáceis” para Ubuntu e Debian.

De acordo com a Qualcomm, o Snapdragon X Elite “suporta inicialização padrão baseada em UEFI”, com suporte para “todos os bootloaders padrão, incluindo Grub e inicialização system-d”, o que deve tornar a instalação de um sistema operacional como Ubuntu ou Debian em um PC Windows com um Chip Snapdragon X Plus ou Elite, tão simples quanto já é em sistemas com processadores Intel ou AMD.

Você deve até ser capaz de reparticionar o armazenamento do seu computador e inicializar duas vezes o Windows e uma distribuição GNU/Linux como o Debian.

Portanto, embora não pareça que instalar o Linux em um PC com Windows que vem com um chip Snapdragon X será uma ótima experiência no primeiro dia (a menos que você não se importe com coisas como gerenciamento de energia e vídeo), a Qualcomm espera que as coisas melhorem rapidamente.

E isso contrasta fortemente com outro grande fabricante de chips que vem construindo processadores baseados em ARM para PCs: os processadores da série M da Apple têm uma reputação merecida por oferecer excelente desempenho por watt para bateria de longa duração e forte desempenho.

Mas a Apple só executa oficialmente o macOS em dispositivos com chips Apple M.

Desenvolvedores independentes tiveram que passar anos fazendo engenharia reversa na arquitetura de chips da Apple para colocar distribuições Linux como o Fedora Asahi Remix em funcionamento nos computadores Mac mais recentes.

Plataforma SnapdragonX Elite Snapdragon X Plus
Número da peça X1E-84-100 X1E-80-100 X1E-78-100 X1P-64-100
Núcleos 12 10
Frequência máxima multithread 3,8GHz 3,4GHz
Aumento de núcleo duplo 4,2GHz 4GHz N / D
Cache total 42MB
Gráficos (TFLOPs) 4.6 TFLOPs 3.8 TFLOPs
NPU (TOPS) 45 TOPOS
Memória Até 64 GB
LPDDR5x 8.448 MT/s
Largura de banda de 135 GB/s
8 canais
Armazenamento SSD PCIe Gen 4 NVMe suporta
UFS 4.0
SD v3.0
Câmera ISP Qualcomm Spectra
ISPs duplos de 18 bits ISP
com detecção sempre
Câmera única: até 64 MP
Câmera dupla: até 2 x 36 MP
Captura de vídeo: 4K HDR
Wireless Qualcomm FastConnect 7800 (WiFi 7/BT5.4)
Qualcomm Snapdragon X65 5G Modem-RF (pico de download de 10 Gbps / upload de pico de 3,5 Gbps)
USB Até 3 x USB4, 2 x USB 3.2 Gen 2, 1 x eUSB2
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.