SUSE foi comprada pela empresa sueca EQT por U$$ 2,5 bilhões

Confira os detalhes aquisição da SUSE que foi comprada pela empresa sueca EQT por U$$ 2,5 bilhões!

A SUSE foi comprada pela empresa sueca EQT por U$$ 2,5 bilhões. Confira os detalhes dessa importante que certamente afetará o futuro do software livre e código aberto.


A SUSE, uma empresa de software livre que antes pertencia à Novell e atualmente é uma propriedade da MicroFocus, será adquirido por uma empresa sueca chamada EQT Partners pelo valor de U$$ 2,5 bilhões.
SUSE foi comprada pela empresa sueca EQT por U$$ 2,5 bilhões
SUSE foi comprada pela empresa sueca EQT por U$$ 2,5 bilhões

Com isso, esta será a terceira aquisição da SUSE e tudo indica que terá um bom impacto nessa empresa de Linux, que se tornará um negócio independente quando for adquirida pela EQT Partners, um investidor conhecido por ser focado no e que tem uma vasta experiência na indústria de software.

Sobre a aquisição, Nils Brauckmann, CEO da SUSE, disse o seguinte:

“Hoje é um dia emocionante na história da SUSE. Em parceria com a EQT, nos tornaremos um negócio totalmente independente. O próximo capítulo do desenvolvimento do SUSE continuará, e até acelerará o impulso gerado nos últimos anos.”

SUSE foi comprada pela empresa sueca EQT por U$$ 2,5 bilhões! E agora?

A EQT Partners adquirirá a SUSE dos atuais proprietários da Micro Focus em um negócio avaliado em U$$ 2,5 bilhões e, que deverá ser fechado no início de 2019.

Após a aquisição em 2019, a SUSE continuará a receber mais oportunidades de investimento que expandirão seus negócios de nível corporativo na venda de soluções baseadas em Linux e de código aberto para corporações de todos os portes.

Atualmente, o SUSE é conhecido por desenvolver uma grande variedade de produtos empresariais Linux, começando com o conhecido SUSE Linux Enterprise Desktop e Server (SLED e SLES) e continuando com o SUSE Linux Enterprise Real Time Extension, Live Patching, ARM Server, e SLES for IBM Systems z e LinuxONE.

Um dos negócios de Linux mais antigos, com mais de 1400 funcionários em todo o mundo e números de lucros relativamente saudáveis, o negócio é uma boa notícia para a SUSE.

É também uma compra inteligente para a EQT, dado o papel cada vez mais intrínseco que o software de código aberto desempenha na empresa, na nuvem e em IoT.

A EQT planeja “fortalecer” a posição do fornecedor de software livre por meio de melhorias orgânicas e, um pouco mais interessante, “aquisições adicionais”.

Como outros negócios baseados em Linux, a SUSE gera a maior parte de sua receita através do fornecimento de infra-estrutura definida por software e serviços em nuvem – mercados em que está longe de competir.

Recentemente, a SUSE anunciou a disponibilidade futura do sistema operacional SUSE Linux Enterprise 15 (distribuição do qual o OpenSuSE Leap 15 é baseada) para meados de julho de 2018.

Esse sistema operacional modular pronto para a empresa projetado para empresas virá acompanhado do SUSE Linux Enterprise High Performance Computing 15 e do SUSE Manager 3.2.

Como fica o openSUSE

Mas o que o acordo significa para os fãs do openSUSE, a distribuição gratuita do Linux baseada no SUSE Linux?

A aquisição não afetará o Projeto openSUSE, que é uma iniciativa de código aberto patrocinada pelo SUSE para criar o sistema operacional Linux openSUSE.

O presidente do openSUSE, Richard Brown, confirmou em um anúncio na lista de discussão que a aquisição do SUSE pela EQT Partners não terá um impacto negativo no projeto openSUSE.

O CEO da SUSE, Nils Brauckmann, confirmou a Richard Brown que a relação entre o SUSE e o projeto openSUSE não sofrerá alterações, pois o SUSE continuará a patrocinar o projeto open-source que distribui as amplamente utilizadas distribuições OpenSUSE Tumbleweed e openSUSE Leap para a comunidade open source.

O que está sendo falado no blog

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo