Systemd 245 lançado com gerenciamento seguro de diretórios home

E foi lançado o Systemd 245 com gerenciamento seguro de diretórios home e outros recursos. Confira as novidades desse release.

O systemd é um conjunto de softwares que fornecem itens ou blocos de construção fundamentais para um sistema operacional Linux. Entre outros recursos, ele inclui o systemd “System and Service Manager”, um sistema init usado para inicializar o espaço do usuário e gerenciar processos do sistema após a inicialização.

Systemd 245 lançado com gerenciamento seguro de diretórios home
Systemd 245 lançado com gerenciamento seguro de diretórios home

Agora, o systemd 245 init system para sistemas operacionais baseados em Linux está disponível para download e é uma versão importante que adiciona novos recursos e aprimoramentos.

Systemd 245 lançado com gerenciamento seguro de diretórios home

Como você provavelmente já sabe, o systemd 245 é a primeira versão do controverso sistema init a ser fornecido com o systemd-homed.service, um novo recurso que permite o gerenciamento seguro de diretórios /home com criptografia embutida.

Não apenas esse recurso soluciona alguns problemas antigos com as formas tradicionais de gerenciar diretórios pessoais, mas também unifica todos os dados do registro do usuário com o diretório pessoal. Isso significa que os diretórios /home agora podem ser facilmente migrados.

O systemd-homed suporta os padrões de criptografia de disco LUKS e fscrypt.

No anúncio da lista de discussão os desenvolvedores explicaram que:

“Isso resolve alguns problemas que vimos nas formas tradicionais de gerenciar diretórios pessoais, em particular quando se trata de criptografia.”

Outras melhorias implementadas na liberação do systemd 245 incluem um novo componente userdb que, combinado com uma ferramenta cliente userdbctl e o daemon systemd-userdb.service, permite a definição de registros avançados de usuários e grupos no formato JSON.

Além disso, o systemd 245 apresenta uma nova ferramenta chamada systemd-repart, que atua como reparticionador de tabelas de partição GPT para criar partições ausentes ou estender as existentes. No entanto, ele não encolhe, move ou exclui partições.

Entre as melhorias, o systemd-journald foi atualizado para ser multi-instanciado, uma nova opção --namespace= no journalctl permite exibir logs de um namespace de log específico e o systemd-networkd recebeu suporte para configurar rotas IP de vários caminhos, Token Bucket Filter (TBF) e dispositivos de rede do bloco funcional intermediário (Intermediate Functional Block, ou IFB).

systemd-networkd-wait-online agora permite especificar o estado operacional máximo a ser esperado, o networkctl agora pode exibir logs por interface em sua saída de status, uma nova opção –with-dependencies é suportada pelo systemctl para mostrar todas as unidades especificadas e suas dependências.

Também vale mencionar o fato de que o systemd-udevd agora suporta o gerenciamento de nomes de interface de rede “alternativos”, suportados pelos novos kernels do Linux. Muitos outros componentes foram atualizados, então confira o comunicado para obter mais detalhes.

Enquanto isso, você pode baixar o systemd 245 agora mesmo se quiser compilá-lo. Caso contrário, sugiro fortemente que você espere até que ele chegue aos repositórios de software estáveis ​​da sua distribuição favorita do Linux antes de atualizar para esta versão.

O que está sendo falado no blog

PinLinkedIn

Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.