Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Vivaldi 4.3 lançado com melhorias na ferramenta de captura, e mais

Foi lançado o navegador Vivaldi 4.3 com melhorias na ferramenta de captura, e mais. Confira as novidades e veja como instalar ou atualizar o Vivaldi no Linux.

Vivaldi é um incrível navegador de internet de código aberto baseado no Chromium, e criado pelo fundador do Opera. E como ele é um navegador baseado no Chrome, você pode usar as mesmas extensões que o navegador do Google.

Mas, ao contrário do Chrome e de outros navegadores, ele faz melhor uso da memória do equipamento e não consome tanta RAM quando várias abas são abertas (opinião de quem usa diariamente).

Acontece que a força do Vivaldi reside nas suas características e personalização. Isso é refletido na configuração, onde não apenas a aparência do navegador pode ser alterada, mas também o design de seus elementos, entre muitas outras coisas.

O Vivaldi está entre os navegadores baseados em Chromium mais personalizáveis ​​e poderosos que existem e, agora, a empresa está lançando o Vivaldi 4.3.

Novidades do Vivaldi 4.3

Vivaldi 4.3 lançado com melhorias na ferramenta de captura, e mais
Vivaldi 4.3 lançado com melhorias na ferramenta de captura, e mais

Para muitos, o principal ponto negativo desse navegador é que ele não é de código aberto.

O ex-CEO do Opera e sua equipe dizem que em parte é verdade, já que mais de 90% sim, e reservam um pouco que é o que os torna especiais para oferecer coisas como as notas, o e-mail do cliente e a interface em geral.

Mas o que é evidente é que eles oferecem muitas funções e, a cada novo lançamento, acrescentam mais e mais. Hoje, três semanas após a versão anterior, chegou o Vivaldi 4.3, e uma das novidades que traz é deixar algumas coisas como estavam.

O Google introduziu recentemente uma API de detecção de tempo de inatividade que as páginas da web podem usar para saber se interagimos com o dispositivo ou hardware específico, como teclado ou mouse.

Pois bem, o Vivaldi 4.3, que usa uma versão do Chromium que o tinha ativado, desativou esta API que nos privou de privacidade.

Vivaldi 4.3 destaques

  • Ferramenta de capturas de tela melhorada. A interface foi melhorada com novos ícones que explicam melhor como tudo funciona e uma função para redimensionar a seleção foi adicionada.
  • A seção de sincronização e a interface foram aprimoradas.
  • O painel de download foi redesenhado.
  • A API de detecção de tempo ocioso foi desabilitada por padrão.
  • Suporte para traduzir mais 68 idiomas, elevando o número para 108 idiomas suportados pela ferramenta de tradução.
  • Melhorias no e-mail, calendário e RSS, destacando que os anexos agora podem ser arrastados para a janela de composição do post.
  • Suporte para Progressive Web Apps, que nos permite instalar web-apps que aparecerão em nosso menu de aplicativos.

O Vivaldi 4.3 está disponível há algumas horas, então agora pode ser baixado de seu site. Usuários de sistemas como o Ubuntu, onde o repositório é adicionado após a instalação do Vivaldi pela primeira vez, já têm o novo pacote esperando na central de software.

Para saber mais sobre essa versão do Vivaldi, acesse a nota de lançamento.

Como instalar

Para instalar o Vivaldi no Linux, siga as instruções desse tutorial:
Como instalar o navegador Vivaldi no Linux

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.