Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

YouTuber compilou o Windows XP a partir do código-fonte vazado

Um YouTuber compilou o Windows XP a partir do código-fonte vazado apenas para poder provar que era realmente do sistema da Microsoft.

Na semana passada, um hacker anônimo vazou um arquivo de 43 GB no 4Chan contendo os alegados códigos-fonte de várias versões mais antigas do sistema operacional Windows, incluindo Windows XP, Windows Server 2003 e mais.

Agora, a autenticidade dos códigos-fonte vazados foi confirmada, pois um desenvolvedor do Windows conseguiu compilar sua própria versão do Windows XP e Server 2003 a partir do código vazado.

YouTuber compilou o Windows XP a partir do código-fonte vazado

YouTuber compilou o Windows XP a partir do código-fonte vazado
YouTuber compilou o Windows XP a partir do código-fonte vazado

Um desenvolvedor Windows chamado “NTDEV“, que também possui um canal no Youtube, decidiu compilar o código-fonte vazado para verificar se o código é original ou não.

Ele postou vídeos online, mostrando que o código é realmente real, já que ele conseguiu compilar o Windows XP no fim de semana e o Windows Server 2003 ontem.

No entanto, ele mencionou que o código vazado não tinha alguns arquivos críticos, como Winlogon.exe, necessário para instalar o sistema operacional.

Em declarações à ZDNet, NTDEV disse que:

“Certos arquivos, como o kernel e o Explorer, podem ser compilados facilmente. Eu tentei alguns programas da fonte compilada do XP e parece que eles são idênticos às versões de varejo do Windows.”

De acordo com o NTDEV, exceto para os arquivos ausentes, o código-fonte vazado pode ser usado para compilar todos os SKUs, bem como compilações de varejo gratuitas (otimizadas).

O NTDEV disse que o código-fonte do Windows Server 2003 é mais completo que o do XP. Ele teve sucesso ao compilar o sistema operacional e instalá-lo em uma máquina virtual sem muitos problemas.

Agora que foi assegurado que o código vazado é realmente autêntico, a Microsoft precisa reconhecê-lo publicamente e alertar os usuários sobre as possíveis implicações do vazamento massivo.

Windows XP? Aqui?

Agora, você deve estar se perguntando: O que uma notícia dessa está fazendo em um site focado em tecnologias livre e principalmente em Linux?

Bem, postei apenas pela curiosidade do feito e para também fazer a seguinte pergunta: Para que tanto trabalho para rodar um sistema que não é livre, que já praticamente morreu (caso do XP) e ainda correr o risco de ser processado?

Não é uma crítica ao hacker ou ao YouTuber, mas sim um alerta, mexer com códigos proprietários sem a autorização do dono pode dar muitos perrengues jurídicos.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.