Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 10 – WindowMaker

A partir desse capítulo da nossa série “Não o Ubuntu, apenas a ”, iremos experimentar ambientes gráficos mais antigos, leves e bem diferentes. Na verdade, isso comecou no apítulo anterior com o E17. A escolha de hoje é um com um estilo bem diferente do que se está acostumado, com um toque de NEXTSTEP  e influência de um brasileiro.

wmaker


Veja também




Window Maker é um gerenciador de janelas criado pelo brasileiro Alfredo Kojima seguindo conceitos do projeto AfterStep. Ele tem uma interface estável e vem com um editor de configuração GUI poderoso chamado WPrefs, o que elimina a necessidade de editar arquivos de configuração baseados em texto à mão. Ele suporta dockapps execução que tornam as tarefas diárias, tais como monitoramento de desempenho do sistema e de uso da bateria, dispositivos de montagem ou conexão com a internet é muito fácil.

A aparência padrão pode ser confusa para quem espera uma barra de tarefas e um menu iniciar, mas todas as aplicações podem ser acessadas através de um clique com o botão direito do mouse na área no fundo de tela, o que retorna o menu principal. Usuários de teclado também podem usar a tecla F12 para chamar o menu de aplicação e F11 para um menu de janelas.

Instalar esse ambiente no Ubuntu é fácil, acompanhe:

Passo 1. Feche todos os seus aplicativos em execução;

Passo 2. Abra um terminal;

Passo 3. Atualize o Apt digitando o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora instale o ambiente com o comando:

sudo apt-get install wmaker

Saia da sessão atual, escolha esse ambiente na tela de login e entre com seu usuário e senha para entrar na nova sessão. Só não esqueça de comentar sobre sua experiência com esse ambiente para que os outros leitores se informem.


Entenda melhor essa história:

Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 1 – Gnome Classic
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 2 – KDE Plasma ou Kubuntu
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 3 – MATE
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 4 – Xfce
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 5 – Cinnamon
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 6 – LXDE
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 7 – Gnome 3
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 8 – Razor-qt
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 9 – E17
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 10 – WindowMaker
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 11 – BlackBox
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 12 – Fluxbox
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 13 – Openbox
Não desinstale o Ubuntu, apenas mude a interface parte 15 – Awesome WM

Edivaldo

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande de fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Website: http://www.edivaldobrito.com.br



blog comments powered by Disqus