Agora você pode usar o Apple Music no Linux sem hacks

Confira os detalhes do anúncio de que foi lançada uma versão web do serviço Apple Music!

Agora você pode usar o Apple Music no Linux sem hacks, pois finalmente foi lançada uma versão web do serviço. Confira os detalhes dessa novidade.

Apple Music, o serviço de streaming de da Apple nasceu em 2015 com base no Beats Music, um serviço que a empresa adquiriu ao comprar uma empresa de produtos de áudio.

Agora você pode usar o Apple Music no Linux sem hacks
Agora você pode usar o Apple Music no Linux sem hacks

Com um novo nome e expansão internacional, ele conseguiu reunir cinquenta milhões de assinantes em um ano.

Atualmente, o serviço promete um catálogo de cinquenta milhões de músicas, a possibilidade de baixar nossos favoritos e ouvi-los online. Ou pelo menos o serviço tradicional.

Porém, até pouco tempo, a única maneira “real” de tocar o Apple Music no Linux era instalando a versão Windows do iTunes na camada de compatibilidade do Windows que você, eu e todos chamamos de Wine.

Mas felizmente, isso mudou! O Apple Music já está disponível através de um navegador Web, o que significa que agora você pode usar o serviço no Linux!

Agora você pode usar o Apple Music no Linux sem hacks

Sim. O Apple Music está disponível na versão web. O serviço de streaming de música da Apple agora pode ser usado em qualquer sistema operacional com um navegador moderno. Claro que isso inclui Linux e FreeBSD.

Os usuários das distribuições Linux só precisam carregar o endereço beta.music.apple.com em um navegador moderno, e pronto, já podem começar a usar o Apple Music no Linux.

Até agora, o Apple Music era o único serviço de streaming de música que não possuía essa possibilidade.

Tanto o Spotify quanto seus concorrentes Deezer e Claro Music (com forte presença na América Latina) possuíam web players desde o início.

Eu não testei, pois não uso o serviço. Mas algumas pessoas relatam que as coisas geralmente funcionam bem, incluindo biblioteca, listas de reprodução salvas, pesquisa e tudo o mais.

O novo web player não é totalmente inútil, mesmo para os 217 milhões de outros usuários ativos do Spotify que não são assinantes do Apple Music, pois o aplicativo web permite navegar, pesquisar e transmitir visualizações de clipes.

Também há uma avaliação gratuita disponível para aqueles com IDs da Apple válidos.

O Apple Music agora é, sem dúvida, o serviço mais acessível da Apple, com várias maneiras de usá-lo fora do ecossistema da Apple.

Resta ver se a tentativa de transmissão da TV seguirá o exemplo. Para rivalizar com o Netflix, o Amazon Prime e o Disney+.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo