Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

BYD abriu sua primeira fábrica de baterias de LFP no Brasil

Confira os detalhes do anúncio de que a BYD abriu sua primeira fábrica de baterias de LFP no Brasil para equipar seus ônibus elétricos.

A gigante chinesa Build Your Dreams (BYD) é uma das maiores fabricantes de baterias e veículos elétricos do mundo. E enquanto muitos fabricantes de EV estão ocupados com o foco no mercado dos EUA, a BYD começou a operar em sua mais nova fábrica no Brasil.

Sim. A BYD inaugurou sua primeira fábrica de baterias de fosfato de ferro-lítio (LiFePO4) em nosso país.

BYD abriu sua primeira fábrica de baterias de LFP no Brasil

BYD abriu sua primeira fábrica de baterias de LFP no Brasil

No total, é a terceira planta fabril da BYD no Brasil. Em 2015, a fabricante de EV abriu sua primeira fábrica no país. A empresa começou produzindo chassis para ônibus elétricos e comercializando veículos elétricos no estado de São Paulo.

Mais tarde, em 2017, a BYD abriu sua segunda fábrica para módulos fotovoláticos. Agora, a montadora surgiu com outra fábrica junto com uma nova tecnologia.

De acordo com as fontes, a BYD está planejando usar essas baterias em sua frota de ônibus elétricos em todo o país.
BYD abriu sua primeira fábrica de baterias de LFP no Brasil
Esta nova planta de produção fica no estado do Amazonas, Brasil. O foco principal desta planta é produzir e instalar baterias de fosfato de ferro-lítio (LFP) no chassi do ônibus elétrico.

Para esta planta, a BYD fez um investimento inicial de R$ 15 milhões com o objetivo de promover a eletrificação da mobilidade no país.

A fábrica está construída em uma área de 5.000 metros quadrados e tem capacidade de produção de 18.000 módulos por ano. No entanto, a taxa de produção atual é de 48 módulos de bateria por dia.

Tyler Li, gerente da BYD Brasil, disse que a operação é rápida e técnica. A infraestrutura é automatizada e robótica para produzir baterias com rapidez e segurança sem comprometer a qualidade. Além disso, disse “Nossa proposta é popularizar e facilitar a eletrificação de mobilidade e equipamentos no país”.

A BYD tem uma excelente reputação quando se trata de ônibus elétricos e esperamos que esta nova etapa a torne ainda melhor.

   

No início de 2020, vimos o fabricante de EV introduzindo as baterias LFP em seu carro elétrico BYD Han. Essas baterias elétricas são mais baratas devido ao seu baixo teor de cobalto.

Ao mesmo tempo, eles têm baixa densidade de energia levando a um baixo desempenho. Portanto, muitos fabricantes de veículos elétricos evitam o uso de baterias LFP.

No entanto, o BYD superou essa falha desenvolvendo sua própria tecnologia cell-to-pack (CTP) embutida. A BYD usou essa tecnologia em seu carro elétrico Han pela primeira vez. Para obter mais informações sobre esta tecnologia, você pode clicar aqui.

Agora parece que a BYD usará a mesma tecnologia CTP nas baterias que produzirá no Brasil, pois é o método mais inovador para extrair o melhor das baterias LFP.

Considerando os fatos acima, podemos supor que a BYD pode contribuir significativamente para tornar os ônibus elétricos mais econômicos e eficientes.

O que vocês acham disso? Compartilhe suas opiniões na seção de comentários abaixo.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.