Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Darktable 3.0.2 lançado com melhora no suporte à câmera e outros aprimoramentos

Foi lançado o Darktable 3.0.2 com melhora no suporte à câmera e outros aprimoramentos. Confira os detalhes dessa atualização e veja como instalar ou atualizar no Linux.

O Darktable é um excelente processador de imagens que trabalha com o formato RAW e que está disponível gratuitamente em versões para as principais distribuições Linux, Mac OS X e Solaris, sob a GPL versão 3 ou superior.

Darktable 3.0.2 lançado com melhora no suporte à câmera e outros aprimoramentos
Darktable 3.0.2 lançado com melhora no suporte à câmera e outros aprimoramentos

Uma alternativa de código aberto ao Adobe Lightroom, o Darktable permite que os fotógrafos façam edições não destrutivas em suas imagens, além de gerenciar, classificar e organizar fotos.

Mas, diferentemente de outros apps da categoria, em vez de ser um editor de gráficos raster como o Adobe Photoshop ou o GIMP, Darktable trabalha com um conjunto de ferramentas voltados especificamente para processamento de fotos em formato RAW.

E como utiliza edição não destrutiva, ele é focado principalmente na melhoria do processo de trabalho do fotógrafo, facilitando o gerenciamento de grandes quantidades de imagens.

Agora, foi lançado o Darktable 3.0.2 como a segunda atualização de manutenção da série Darktable 3.0.

Novidades do Darktable 3.0.2

Darktable 3.0.2 adiciona alguns aprimoramentos menores à interface do usuário, além de um suporte à câmera melhorado.

Então, esta é uma atualização de manutenção que adiciona alguns novos recursos e suporte à câmera atualizado.

Nesta versão, o suporte à imagem básica também está disponível para várias câmeras da Panasonic, incluindo a Panasonic DC-S1 (3: 2), Panasonic DC-S1R (3: 2), Panasonic DC-TZ91 (4: 3), Panasonic DC- TZ95 (4: 3), Panasonic DC-TZ96 (4: 3) e Panasonic DC-ZS80 (4: 3).

Além disso, esta versão traz predefinições de balanço de branco para as Canon EOS 77D, Canon EOS 9000D, Nikon COOLPIX P1000, Olympus E-M1 Mark III, Olympus E-PL6, Olympus TG-5, Panasonic DC-GH5 e Samsung NX1 câmeras e perfil de ruído para a Olympus E-M1 Mark III.

O Darktable 3.0.2 também adiciona suporte de imagem de base para Fujifilm GFX 100 (compactado), Fujifilm X-Pro3 (compactado), Fujifilm X100V (compactado), Nikon COOLPIX P950 (12 bits não compactado), Nikon Z 50 (12 bits e 14 bits compactado) ), Olympus E-M1 Mark III e câmeras Sony Alpha 6100.

Entre os novos recursos e alterações, o Darktable agora permite uma escala maior de vinheta, adiciona o atalho Ctrl + Click para renomear instâncias de módulo e permite agrupar modos de mesclagem por categoria.

Para manter as modificações do usuário, uma pseudo predefinição está agora disponível no módulo Equilíbrio de branco.

Para completar, no módulo Cortar e girar, agora é possível permitir apenas a alteração vertical da composição usando o modificador Shift ao arrastar a área de corte, bem como a alteração horizontal da composição usando o modificador Ctrl.

Darktable 3.0.2 também corrige vários bugs para melhorar o modo de pico de cores no modo de descarte, o único módulo expandido, suporte a marcas d’água, rotação de máscara de gradiente, suporte a arquivos 3D Lut, bem como suporte a compatibilidade ascendente no módulo de ajuste básico.

Para mais detalhes, leia a nota de lançamento.

Como instalar o Darktable 3.0.2

Você pode atualizar para o Darktable 3 ou instalar essa versão, usando um dos tutoriais abaixo.

Como instalar o processador de fotos Darktable no Linux via Flatpak
Como instalar o processador de fotos Darktable no Linux via Snap
Processamento de fotos em formato RAW: Instale Darktable no Ubuntu

O que está sendo falado no blog

Artigos relacionados

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.