Darktable 3.0.2 lançado com melhora no suporte à câmera e outros aprimoramentos

Foi lançado o Darktable 3.0.2 com melhora no suporte à câmera e outros aprimoramentos. Confira os detalhes dessa atualização e veja como instalar ou atualizar no Linux.

O Darktable é um excelente processador de imagens que trabalha com o formato RAW e que está disponível gratuitamente em versões para as principais distribuições Linux, Mac OS X e Solaris, sob a GPL versão 3 ou superior.

Darktable 3.0.2 lançado com melhora no suporte à câmera e outros aprimoramentos

Uma alternativa de código aberto ao Adobe Lightroom, o Darktable permite que os fotógrafos façam edições não destrutivas em suas imagens, além de gerenciar, classificar e organizar fotos.

Mas, diferentemente de outros apps da categoria, em vez de ser um editor de gráficos raster como o Adobe Photoshop ou o GIMP, Darktable trabalha com um conjunto de ferramentas voltados especificamente para processamento de fotos em formato RAW.

E como utiliza edição não destrutiva, ele é focado principalmente na melhoria do processo de trabalho do fotógrafo, facilitando o gerenciamento de grandes quantidades de imagens.

Agora, foi lançado o Darktable 3.0.2 como a segunda atualização de manutenção da série Darktable 3.0.

Novidades do Darktable 3.0.2

Darktable 3.0.2 adiciona alguns aprimoramentos menores à interface do usuário, além de um suporte à câmera melhorado.

Então, esta é uma atualização de manutenção que adiciona alguns novos recursos e suporte à câmera atualizado.

Nesta versão, o suporte à imagem básica também está disponível para várias câmeras da Panasonic, incluindo a Panasonic DC-S1 (3: 2), Panasonic DC-S1R (3: 2), Panasonic DC-TZ91 (4: 3), Panasonic DC- TZ95 (4: 3), Panasonic DC-TZ96 (4: 3) e Panasonic DC-ZS80 (4: 3).

Além disso, esta versão traz predefinições de balanço de branco para as Canon EOS 77D, Canon EOS 9000D, Nikon COOLPIX P1000, Olympus E-M1 Mark III, Olympus E-PL6, Olympus TG-5, Panasonic DC-GH5 e Samsung NX1 câmeras e perfil de ruído para a Olympus E-M1 Mark III.

O Darktable 3.0.2 também adiciona suporte de imagem de base para Fujifilm GFX 100 (compactado), Fujifilm X-Pro3 (compactado), Fujifilm X100V (compactado), Nikon COOLPIX P950 (12 bits não compactado), Nikon Z 50 (12 bits e 14 bits compactado) ), Olympus E-M1 Mark III e câmeras Sony Alpha 6100.

Entre os novos recursos e alterações, o Darktable agora permite uma escala maior de vinheta, adiciona o atalho Ctrl + Click para renomear instâncias de módulo e permite agrupar modos de mesclagem por categoria.

Para manter as modificações do usuário, uma pseudo predefinição está agora disponível no módulo Equilíbrio de branco.

Para completar, no módulo Cortar e girar, agora é possível permitir apenas a alteração vertical da composição usando o modificador Shift ao arrastar a área de corte, bem como a alteração horizontal da composição usando o modificador Ctrl.

Darktable 3.0.2 também corrige vários bugs para melhorar o modo de pico de cores no modo de descarte, o único módulo expandido, suporte a marcas d’água, rotação de máscara de gradiente, suporte a arquivos 3D Lut, bem como suporte a compatibilidade ascendente no módulo de ajuste básico.

Para mais detalhes, leia a nota de lançamento.

Como instalar o Darktable 3.0.2

Você pode atualizar para o Darktable 3 ou instalar essa versão, usando um dos tutoriais abaixo.

Como instalar o processador de fotos Darktable no Linux via Flatpak
Como instalar o processador de fotos Darktable no Linux via Snap
Processamento de fotos em formato RAW: Instale Darktable no Ubuntu

O que está sendo falado no blog

Categorias Debian, Fedora, Linux, Linux Mint, Notícias, Open Source, openSUSE, Software livre, Tutorial, Ubuntu Tags 3.0.2, aplicativo, Darktable, edição, editor, flatpak, fotos, imagens, instalar, Instale, não-destrutiva, processamento, raw

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile