Reino Unido publicou um guia de segurança para o Ubuntu 18.04 LTS

Confira os detalhes do guia de segurança para o Ubuntu 18.04 LTS que uma agência do Reino Unido publicou!

Uma agência do Reino Unido publicou um guia de segurança para o Ubuntu 18.04 LTS com recomendações importantes e úteis. Confira os detalhes desse relatório e veja o que você precisa fazer.


Há algum tempo a segurança e a privacidade estão se tornando prioridades para alguns países, principalmente para os que fazem parte do bloco europeu.
Reino Unido publicou um guia de segurança para o Ubuntu 18.04 LTS
Reino Unido publicou um guia de segurança para o Ubuntu 18.04 LTS

Por conta disso, em alguns desses países existem órgãos criados especialmente para cuidar desse assunto e criar políticas e recomendações a serem aplicadas por usuários comuns e entidades privadas.

Um bom exemplo disso é o NCSC, o Centro Nacional de Segurança Cibernética do Reino Unido (NCSC), que faz parte do Grupo de Segurança em Comunicações Electrónicas (CESG) e é um agência relativamente nova no país.

Ele é o órgão do governo do Reino Unido responsável pela emissão de conselhos de segurança para o público, empresas e partes interessadas do setor privado.

Reino Unido publicou um guia de segurança para o Ubuntu 18.04 LTS

Agora, o NCSC britânico publicou um guia de segurança para o Ubuntu 18.04, a versão mais recente da distribuição LTS da .

Não confunda o guia como uma recomendação do Ubuntu nos demais sistemas operacionais, já que o NCSC publicou vários guias de segurança cobrindo quase todos os sistemas operacionais com presença comercial e alguns serviços, como o Windows 10, o Android 8 Oreo, o macOS 10.1 High Sierra, iOS 11, dispositivos Samsung com Knox Worspace, Windows 10 com gerenciamento de dispositivos móveis, Ubuntu 16.04 e muito mais.

Vale lembrar que há 3 anos atrás a CESG afirmou que o Ubuntu era mais seguro que o Windows e o MacOS (que na época era chamado de OS X).

O guia é bastante completo e detalhado, cobrindo aspectos que vão além do sistema operacional como a configuração dos recursos de segurança da placa-mãe.

É importante ter em mente que o que está descrito neste guia não é uma obrigação, mas uma série de recomendações para reforçar a segurança e a privacidade do sistema e do usuário em face de possíveis ameaças.

Esse relatório é baseado em 12 princípios de segurança, que abrangem tarefas como proteção de dados, autenticação, inicialização segura e política de atualização de dispositivos.

Resumindo muito e tomando o que é destacado pelo site OMG Ubuntu, para reforçar ainda mais a segurança de uma instalação do Ubuntu 18.04 é preciso seguir as seguintes dicas:

  • Configurar o acesso via VPN;
  • Melhorar as senhas com o módulo de qualidade de senha do PAM;
  • Definir um tempo limite máximo de bloqueio de ;
  • Desativar relatório de erros e outras fontes de captura de dados;
  • Configurar o UEFI para proteção segura de inicialização;
  • Ative o Livepatch para atualizações do kernel sem reinicializar;
  • Instale somente Snaps no Snap Store;
  • Estabelecer proteção de interface externa;
  • Evitar a execução de arquivos binários a partir da partição ou da pasta do usuário;
  • Ativar um firewall.

Para mais detalhes confira o relatório completo.

Concluindo

O Ubuntu é um sistema operacional que tenta maximizar a usabilidade, portanto, por padrão, ele já inclui muitas configurações no nível de segurança, embora também seja uma boa ideia ativar o firewall, por meio do GUFW.

Aplicadas as dicas do guia, seu sistema estará mais seguro e completo. Mas claro, não deixe que essas sugestões atrapalhem a usabilidade do sistema. Use o que for possível e mantenha seu sistema atualizado,

O que está sendo falado no blog

Ajude a manter o Blog do Edivaldo - Faça uma doação

Se você gosta do conteúdo do Blog, você pode ajudar a manter o site simplesmente fazendo uma doação única, esporádica ou mensal, usando uma das opções abaixo:

Doação usando Paypal

Doação usando PagSeguro
Outras formas de ajudar a manter o Blog do Edivaldo