Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Hardware com tecnologia Fuchsia OS do Google pode chegar em breve

Uma nova lista de produtos no site do Bluetooth Special Interest Group indica que um hardware com tecnologia Fuchsia OS do Google pode chegar em breve.

O sistema operacional Android do Google capacita a maioria dos smartphones do mundo. O Chrome OS do Google está ganhando espaço no mercado de laptops, principalmente no mercado educacional. Mas o Google também tem desenvolvido outro sistema operacional chamado Fuchsia nos últimos anos.

Só não está claro para que serve o sistema operacional (ele substituirá o Android um dia?) Ou quando você poderá comprar gadgets com sistema operacional.

Ainda não sabemos as respostas para nenhuma das perguntas. Mas uma nova lista de produtos no site do Bluetooth Special Interest Group nos traz um passo mais perto das respostas.

Hardware com tecnologia Fuchsia OS do Google pode chegar em breve

Hardware com tecnologia Fuchsia OS do Google pode chegar em breve
Hardware com tecnologia Fuchsia OS do Google pode chegar em breve

A lista é para um dispositivo Google conhecido como “Google Home Hub”, mas devido à marca recente do Google, o dispositivo provavelmente será chamado de Google Nest Hub se e quando for colocado à venda.

Esse é o nome que a empresa usa para seus mais recentes monitores inteligentes com o Google Assistente.

Ou talvez o Google esteja apenas testando uma versão recondicionada de seu hardware de geração anterior que era chamado de Google Home Hub, mas desta vez com um novo software – o site Bluetooth SIG descreve o dispositivo como executando o software “Fuchsia 1.0”.

Até agora, os dispositivos Google Home Hub e Nest Hub foram enviados com uma versão do software que alimenta os streamers de mídia Chromecast do Google, então a nova lista de produtos pode ser um sinal de que modelos futuros rodarão o Fuchsia OS.

Ou talvez seja apenas um sinal de que o Google está testando seu software em hardware do mundo real, mas não necessariamente uma indicação de que esta combinação de hardware e software estará disponível comercialmente em breve.

Também não está claro se a mudança para o Fuchsia realmente traria quaisquer mudanças importantes para o usuário para um Nest Hub de próxima geração ou se a mudança é estritamente uma mudança nos bastidores que daria ao Google mais controle sobre o software em execução em seus dispositivos, permitindo que a empresa deixasse de usar um kernel Linux e passasse a usar o kernel Zircon da Fuchsia.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.