Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator
Publicidade

Kernel 5.6 lançado oficialmente com suporte à VPN WireGuard

Linus Torvalds lançou oficialmente o Kernel 5.6 com o aguardado suporte à VPN WireGuard. Confira os detalhes e veja como instalar essa versão do kernel.

Quando falamos sobre o kernel, basicamente estamos falando sobre o coração de um sistema Linux, ou o núcleo do sistema e que o torna o que ele é.

Kernel 5.6 lançado oficialmente com suporte à VPN WireGuard
Kernel 5.6 lançado oficialmente com suporte à VPN WireGuard

Por ser um pouco mais técnico, pode-se dizer que o Kernel é o principal responsável por prover os diferentes programas com acesso seguro ao hardware do computador ou, de forma básica, é responsável pelo gerenciamento dos recursos, através dos serviços de chamadas do sistema.

Entre as funções básicas e gerais de um kernel, temos:

  • A comunicação entre os programas que solicitam recursos e o hardware.
  • Gestão dos diferentes programas de computador (tarefas) de uma máquina.
  • Gerenciamento de hardware (memória, processador, periférico, armazenamento, etc.)

No Linux, o kernel é chamado Linux e seu desenvolvimento é mantido pela grande comunidade de desenvolvedores de todo o mundo, que fornecem valiosas linhas de código a partir de seu tempo livre ou para o trabalho.

Agora, Linus Torvalds anunciou a versão 5.6 do kernel do Linux com melhorias altamente esperadas, incluindo suporte à VPN WireGuard.

O desenvolvimento do kernel Linux 5.6 começou no início de fevereiro com o primeiro Release Candidate, mas não foi afetado pelo surto de coronavírus. Sete semanas e RCs depois, o lançamento final do kernel Linux 5.6 está aqui com uma infinidade de novidades.

Torvalds diz no anúncio oficial que é improvável que o desenvolvimento da próxima atualização do kernel seja impactado substancialmente pelo novo surto de coronavírus, já que a maioria dos engenheiros normalmente trabalha em casa.

No entanto, ele admite que se espera uma desaceleração devido ao distanciamento social e à pandemia.

Sobre o assunto, Torvalds disse o seguinte:

“E embora eu realmente não tenha visto nenhum sinal real de desenvolvimento de kernel sendo afetado por toda a atividade do coronavírus – suspeito que muitos de nós trabalham em casa, mesmo normalmente, e minha filha riu de mim e me chamou de” campeão do distanciamento social ” outro dia – vale a pena mencionar: acho que todos estamos lendo as notícias e um pouco distraídos.”

“Atualmente, estou assumindo que teremos uma versão 5.7 bastante normal e não parece haver sinais dizendo o contrário, mas ei, as pessoas podem ter razões melhores do que o habitual para perder a janela de mesclagem. Deixe-me saber se você conhece algum subsistema que acaba sendo afetado.”

Quanto ao motivo pelo qual o Linux 5.6 chegou tão rápido no momento em que algumas pessoas esperavam outro release candidate, Torvalds diz que é tudo porque as mudanças incluídas nesta versão não valem o adiamento.

E ele justificou dizendo:

“Examinei o diff e nada disso parece assustador. É apenas um pouco mais do que eu teria preferido nesta fase – não parece realmente valer a pena adiar o lançamento.”

Novidades do Kernel 5.6

Quanto ao que há de novo nesta nova versão, não há dúvida de que o principal destaque é a adição do suporte à VPN WireGuard, que é uma boa notícia para todos que desejam mudar do IPsec.

O WireGuard é um túnel de VPN (Rede Privada Virtual) de alto nível, rápido, moderno e seguro para fornecer conexões VPN de última geração em máquinas com Linux. O WireGuard está agora incorporado no kernel e todos os kernels futuros serão enviados com ele

E, é claro, além do suporte WireGuard, a série de kernel Linux 5.6 também é fornecida com suporte a USB4, um novo driver térmico de resfriamento ocioso da CPU, suporte inicial para alto-falantes inteligentes Amazon Echo, suporte para AMD Pollock e um novo sistema de arquivos Zonefs para dispositivos de bloco com zona.

A lista de recursos continua com suporte de compactação para o sistema de arquivos F2FS (Flash-Friendly File System), suporte de cópia de servidor para servidor para NFSD, suporte de cache para clientes NFS e suporte de descarte assíncrono para o sistema de arquivos Btrfs.

Como em todas as novas séries de kernel, o suporte a hardware fica cada vez melhor. O Linux 5.6 adiciona suporte para novos chips e placas ARM, suporte para SoCs Ingenic X1000, suporte inicial para processadores AMD Ryzen Zen 3 e suporte para a série de placas gráficas Nvidia GeForce RTX 2000.

Obviamente, também existem vários kernels novos e atualizados, além de muitas melhorias para vários componentes. Isso faz do kernel Linux 5.6 uma atualização digna para a maioria das distribuições Linux.

Como instalar ou atualizar o Kernel Kernel 5.6 RC1

O Linux 5.6 ainda não está pronto para uso convencional, porque ainda está marcado como um kernel “mainline” no site kernel.org.

O resto do mundo deve aguardar o lançamento do primeiro ponto, o kernel Linux 5.6.1, antes de atualizar. Com isso, a janela de mesclagem de duas semanas para a série de kernel Linux 5.7 está agora oficialmente aberta e Linus Torvalds espera que o surto de coronavírus não afete seu ciclo de desenvolvimento.

Como de costume, você pode fazer o download do último Release Candidate do Linux kernel Kernel 5.6 a partir do kernel.org ou use um desses tutoriais:
Usando o Ubuntu Kernel Update Utility para atualizar o kernel do Ubuntu
Como instalar a versão mais recente do Kernel nos sistemas baseados em RPM

E se depois você quiser remover os kernel antigos, use esse tutorial:
Como remover kernels antigos no Ubuntu ou Linux Mint com segurança

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pin It on Pinterest

Alterar definições de privacidade