Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Linux Mint 20 suportará apenas 64 bits e será baseado no Ubuntu 20.04

Clement Lefebvre informou que o Linux Mint 20 suportará apenas 64 bits e será baseado no Ubuntu 20.04 LTS. Confira todos os detalhes das novidades que virão.

No final de dezembro, Clement Lefebvre nos falou pela primeira vez sobre o Linux Mint 20. Ele não deu muitos detalhes, na verdade, ele não deu nenhum, apenas mencionou que o desenvolvimento da nova versão começaria quando eles solucionassem vários problemas na versão 19.x de seu sistemas operacional.

Linux Mint 20 suportará apenas 64 bits e será baseado no Ubuntu 20.04
Linux Mint 20 suportará apenas 64 bits e será baseado no Ubuntu 20.04

Agora, o líder do projeto forneceu mais detalhes, como o nome de código que ele usará e outra novidade que certamente será um jarro de água fria para muitos usuários.

Linux Mint 20 suportará apenas 64 bits e será baseado no Ubuntu 20.04 LTS

O projeto Linux Mint continua a tradição de nomear novos lançamentos linux mint alfabeticamente, e o Linux Mint 20 usará o codinome “Ulyana”.

Os nomes de código não são uma especificação importante, mas o que mudará as regras do jogo é que a próxima versão de uma das distribuições mais populares baseadas no Ubuntu estará disponível apenas na versão de 64 bits.

O abandono do suporte a computadores de 32 bits é algo que muitas distribuições já fizeram, como o Ubuntu, o sistema operacional no qual o Linux Mint se baseia, mas muitos de nós esperávamos que o sistema de Lefebvre levasse mais tempo para seguir essa tendência.

Sim, eles avançaram o nome de código mencionado anteriormente, que estará disponível apenas em 64 bits e, como nas versões anteriores, poderemos escolher entre os desktops Cinnamon, MATE e XFCE.

A equipe de desenvolvimento também revelou hoje que o desktop Cinnamon 4.6 está sendo enviado com um gerenciador de arquivos Nemo muito melhorado que lida melhor com miniaturas, o que deve melhorar drasticamente o desempenho do gerenciador de arquivos I/O pesado e em HDDs lentos.

Por outro lado, eles olharam um pouco mais fundo para as novas cores que estarão disponíveis, algo que eles mencionaram no mês passado.

Sim. O Linux Mint 20 promete dois novos esquemas de cores para o tema Mint-Y, ou seja, Aqua e Pink, e uma nova ferramenta para compartilhar arquivos criptografados em toda a rede local.

Sendo baseado no Ubuntu 20.04 LTS, a próxima versão do Linux Mint será alimentada pelo kernel Linux 5.4 LTS, que será suportado até 2022.

Outras novidades do Linux Mint 20:

  • Suporte para StatusNotifier, libAppIndicator e libAyatana.
  • Melhorias no desempenho do Nemo.
  • Warpinator, que é uma ferramenta para enviar arquivos via WiFi entre dispositivos Linux conectados à mesma rede.

Ainda não sabemos quando podemos desfrutar do Linux Mint 20, mas, sabendo que ele será baseado no Ubuntu 20.04 LTS Focal Fossa, sabemos que chegará após 23 de abril, o dia do lançamento oficial da próxima versão do sistema operacional Canonical. Já é muita informação, não é mesmo?

Ainda relacionado ao sistema de Lefebvre, o projeto Linux Mint anunciou o fim da vida útil da série LMDE (Linux Mint Debian Edition) 3 em 1 de julho de 2020, convidando os usuários a atualizar para o LMDE 4 o mais rápido possível.

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.