Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Microsoft juntou-se à Open Infrastructure Foundation

A Microsoft juntou-se à Open Infrastructure Foundation como um membro Platinum, unindo-se as atuais 60 organizações membros da Fundação.

Open Infrastructure Foundation é uma organização que ajuda comunidades de código aberto a criar as ferramentas de que os operadores de infraestrutura precisam para ajudá-los. Tecnologia de computação em nuvem de data center, 5G, Edge, Containers, CI/CD e mais.

E, mais recentemente, a Microsoft juntou-se à Open Infrastructure Foundation como um membro “Platinum”,

Microsoft juntou-se à Open Infrastructure Foundation

Microsoft juntou-se à Open Infrastructure Foundation
Microsoft juntou-se à Open Infrastructure Foundation

Os interesses da Microsoft na vida da comunidade OpenInfra estão relacionados com a ligação ao desenvolvimento de projetos abertos para plataformas de nuvem híbrida e sistemas 5G, bem como a integração do suporte a projetos Open Infrastructure Foundation no produto Microsoft Azure.

O anúncio foi feito por Jonathan Bryce, CEO da fundação e em seu comunicado ele compartilhou o seguinte:

“A OpenInfra Foundation assinou um acordo com a Microsoft como um novo membro platinum. Por meio desse compromisso de vários anos, a comunidade OpenInfra trabalhará em estreita colaboração com a Microsoft para promover casos de uso de infraestrutura aberta, incluindo nuvem híbrida e 5G, participando e contribuindo com várias comunidades de projetos de código aberto.”

Com isso, a Microsoft se junta a mais de 60 organizações membros da Fundação, cuja missão é criar comunidades de código aberto que desenvolvam softwares que rodam em produção.

Com o suporte de mais de 110.000 pessoas em 187 países, a OpenInfra Foundation hospeda projetos de código aberto e comunidades de prática, incluindo infraestrutura para IA, aplicativos de contêiner nativos, computação de ponta e nuvens de dados centrais.

Seus projetos incluem Airship, Kata Containers, OpenInfra Labs, OpenStack, StarlingX, Zuul e o mais recente, suporte para o projeto Magma 5G.

O Facebook desenvolveu o Magma para ajudar as operadoras de telecomunicações a implementar redes móveis com rapidez e facilidade.

O projeto, que o Facebook tornou de código aberto em 2019, consegue isso fornecendo um núcleo de pacotes móveis distribuídos com foco em software e ferramentas para automatizar o gerenciamento de rede.

Esse recurso de rede em contêiner se integra ao plano de fundo de uma rede móvel existente e facilita o lançamento de novos serviços na extremidade da rede.

“A Microsoft se junta a um grupo impressionante de empresas como membro platina da nova Fundação OpenInfra, incluindo Ant Group, Ericsson, Facebook, FiberHome, Huawei, Red Hat, Tencent e Wind River, todos os quais trazem sua experiência operacional da infraestrutura à escala para a comunidade que está desenvolvendo software de código aberto para a próxima década de OpenInfra.”, disse Mark Collier, COO da OpenInfra Foundation.

“Software como o OpenStack, que alimenta 9 das 10 maiores redes de telecomunicações do mundo hoje, Kata Containers, que protege a maior rede de pagamento do mundo, e Airship, que alimenta as redes 4G e 5G da AT&T em produção.”

“A Microsoft está se juntando a este esforço para apoiar a construção da próxima década de tecnologia de infraestrutura aberta porque a nuvem híbrida é uma parte muito importante de nosso portfólio de tecnologia”, disse van Wyk. “Acreditamos em uma variedade de nuvens: públicas e privadas, de hiperescala a borda, cada uma adaptada às cargas de trabalho exclusivas que nossos clientes devem oferecer, e não podemos fazer isso sem o código aberto. Estamos aqui na OpenInfra Foundation para nos envolver na comunidade e trabalhar juntos para construir e integrar tecnologias de código aberto para fornecer infraestrutura Microsoft Azure de nível de operadora para operadoras.”

Embora o Ant Group e o Tencent tenham experiência em nuvem, Collier observou que a Microsoft é um grande avanço, já que é o primeiro dos três grandes provedores de nuvem dos Estados Unidos a ingressar na OIF.

Ele observou que uma pesquisa recente com usuários do OpenStack descobriu que 40% dos usuários que implementam em uma configuração de várias nuvens já estão usando o Microsoft Azure.

Por fim, se você tiver interesse em saber mais sobre o assunto, poderá verificar os detalhes no seguinte endereço.

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.