Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Node.js 14 lançado com nova API focada no armazenamento local

E foi lançado o Node.js 14 com nova API focada no armazenamento local e outras recursos e correções. Confira as novidades e veja como instalar no Linux.

Node.js é uma plataforma que pode ser usada tanto para o suporte do servidor de aplicativos da web quanto para a criação de programas comuns de rede de servidor e cliente.

Node.js 14 lançado com nova API focada no armazenamento local
Node.js 14 lançado com nova API focada no armazenamento local

Para estender a funcionalidade dos aplicativos para Node.js, foi preparada uma grande coleção de módulos, na qual você pode encontrar módulos com a implementação de servidores e clientes HTTP e SMTP, XMPP, DNS, FTP, IMAP, POP3, módulos para integração com várias estruturas da web, drivers WebSocket e Ajax, conectores DBMS (MySQL, PostgreSQL, SQLite, MongoDB), mecanismos de modelo, mecanismos CSS, implementação de algoritmos criptográficos e sistemas de autorização (OAuth), analisadores XML.

Agora, o lançamento da nova versão do Node.js 14.0 acaba de ser apresentado. Esta nova versão do Node.js terá um status LTS, mas será atribuída até outubro após a estabilização.

Novidades do Node.js 14

Node.js 14.0 vem com uma nova API experimental focada no armazenamento local, além de destacar a atualização do mecanismo V8 (usado em vários navegadores) e algumas outras melhorias.

Esta nova versão destaca a capacidade de gerar relatórios de diagnóstico em tempo real ou quando determinados eventos ocorrem estabilizados, refletindo eventos que ajudam a diagnosticar problemas como falhas, degradação do desempenho, vazamentos de memória, alta carga da CPU, erro inesperado, etc.

O mecanismo V8 foi atualizado para a versão 8.1, na qual novas otimizações de desempenho foram introduzidas e inovações foram adicionadas, como o novo operador de união lógica “??”. (retorna o operando direito se o operando esquerdo for NULL ou não definido e vice-versa), o operador “?.” para uma verificação única de toda a propriedade ou cadeia de chamadas (por exemplo, “db? .user? .name? .length” sem verificações preliminares), o método Intl.DisplayName para obter nomes localizados etc.

Também destaca-se a adição de suporte experimental à API de armazenamento local assíncrono com a implementação da classe AsyncLocalStorage, que pode ser usada para criar um estado assíncrono com manipuladores baseados em retorno de chamada e chamadas de promessa.

O suporte à implementação do AsyncLocalStorage permite que os dados sejam armazenados durante o processamento de solicitações da Web, parecendo segmentos locais para segmentos individuais em outros idiomas.

Por outro lado, foi realizada uma revisão da API do Streams, com o objetivo de melhorar a consistência das APIs do Streams e eliminar diferenças no comportamento das partes básicas do Node.js.

Por exemplo, o comportamento de http.OutgoingMessage está próximo ao stream.Writable e net.Socket está próximo ao stream.Duplex. A opção autoDestroy é configurada como true por padrão, o que implica uma chamada para _destroy após a conclusão.

Também foi mencionado no anúncio que o aviso sobre recursos experimentais foi removido ao carregar o módulo ECMAScript 6 e exportar módulos usando as expressões de importação e exportação. Ao mesmo tempo, a implementação dos módulos ESM permanece experimental.

Foi adicionado suporte experimental à API WASI (WebAssembly System Interface), que fornece interfaces de programa para interação direta com o sistema operacional (API POSIX para trabalhar com arquivos, soquetes etc.).

Além disso, os requisitos para as versões mínimas de compiladores e plataformas foram aumentados: macOS 10.13 (High Sierra), GCC 6, Windows mais recente que 7/2008R2.

Para saber mais sobre essa versão do Node.js, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o Node.js 14

Para instalar a versão mais recente do Node.js nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Descubra como instalar o Node.js no Linux nativamente
Veja como instalar o interpretador Node.js no Linux via Snap
Como instalar o Nodejs no Ubuntu 19.10 e derivados

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.