Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Os chips de 7nm da Intel não chegarão até 2022 ou 2023

Segundo o site especializado Tom’s Hardware, os chips de 7nm da Intel não chegarão até 2022 ou 2023, um claro sinal de que a Intel está bem atrasada.

Outrora líder do setor, a Intel agora encontra dificuldades para acompanhar a concorrência. A gigante do silício adiou seus chips de 7nm por vários meses, anunciados durante a chamada de ganhos do segundo trimestre.

A Intel afirmou em comunicado que os planos de chips de 7 nm foram adiados por quase seis meses em relação às estimativas anteriores. No total, a empresa está agora quase 12 meses atrás de sua meta interna.

E, de acordo com o Tom’s Hardware, a Intel agora espera lançar CPUs baseadas no processo de fabricação de 7nm por volta de 2022 ou 2023.

Os chips de 7nm da Intel não chegarão até 2022 ou 2023

Os chips de 7nm da Intel não chegarão até 2022 ou 2023
Os chips de 7nm da Intel não chegarão até 2022 ou 2023

Falando sobre o atraso, o CEO Bob Swan disse que a empresa encontrou um “modo de defeito” em seu processo de fabricação.

A Intel já está buscando soluções alternativas que podem incluir a terceirização dos trabalhos para fundições de terceiros. Também poderia usar fundições de terceiros para as próximas GPUs de Ponte Vecchio destinadas a alimentar o supercomputador Aurora.

De qualquer forma, em comparação, a AMD, rival da Intel, já está oferecendo CPUs baseadas no processo de 7 nm. Recentemente, a AMD também anunciou que seus CPUs móveis haviam se tornado quase 25 vezes mais eficientes em termos de energia.

É possível que a AMD venha com um processo de 5 nm quando a Intel mudar para 7 nm, dificultando o alcance da Intel.

Outro grande exemplo da perda de controle da Intel no mercado de silício é a mudança da Apple para processadores ARM caseiros.

Segundo fontes, a Intel não foi capaz de entregar os chips no prazo, e ele veio com vários problemas de hardware.

A novidade que podemos esperar da Intel são os chips baseados na microarquitetura Tiger Lake (10nm++). Esses chips aproveitarão os novos gráficos Intel Xe e a proteção contra malware baseada em hardware.

A Intel também deve lançar seus primeiros chips de desktop de 10 nm baseados na microarquitetura Alder Lake no segundo semestre de 2021.

O que está sendo falado no blog

Categorias Arch, Debian, Fedora, Gentoo, Linux, Linux Mint, Manjaro, Open Source, openSUSE, Software livre, Tecnologia, Tutorial, Ubuntu Tags , , ,

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.