Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

RetroPie 4.6 lançado com suporte para Raspberry Pi 4

E foi lançado o RetroPie 4.6 com suporte para Raspberry Pi 4 e outros recursos. Confira as novidades e descubra onde baixar a distro.

O RetroPie permite transformar seu Raspberry Pi, ODroid C1/C2 ou PC em uma máquina de jogos retro. Ele se baseia no Raspbian, EmulationStation, RetroArch e muitos outros projetos para permitir que você jogue seus jogos favoritos de Arcade, console doméstico e PC clássicos com a configuração mínima.

RetroPie 4.6 lançado com suporte para Raspberry Pi 4
RetroPie 4.6 lançado com suporte para Raspberry Pi 4

Para usuários avançados, ele também fornece uma grande variedade de ferramentas de configuração para personalizar o sistema conforme desejado.

O RetroPie fica no topo de um sistema operacional completo, você pode instalá-lo em um Raspbian existente ou começar com a imagem do RetroPie e adicionar software adicional posteriormente. Você decide.

Agora, uma nova versão do RetroPie já está disponível para todos, RetroPie 4.6.

Novidades do RetroPie 4.6

Sim. O RetroPie, o projeto que permite transformar um Raspberry Pi em uma máquina de jogos, acaba de receber uma nova atualização cuja adição mais notável é o suporte ao Raspberry Pi 4.

a equipe de desenvolvimento explica QUE:

“Queríamos esperar até ficarmos satisfeitos com o suporte ao Raspberry Pi 4 antes de lançar algumas novas imagens, mas a RetroPie trabalha há algum tempo no Raspberry Pi 4 para aqueles que desejam instalar manualmente ou experimentar uma imagem semanal de desenvolvimento.”

E enquanto o RetroPie 4.6 introduz suporte para o Raspberry Pi 4, essa imagem está disponível apenas como beta no momento, pois ainda existem coisas que precisam de polimento adicional.

A maioria dos pacotes funciona bem, diz a equipe, mas uma abordagem mais cautelosa é o caminho certo a seguir, pelo menos até que mais feedback seja coletado.

Além do suporte “beta” ao Raspberry Pi 4, a nova versão também inclui outra mudança notável, já que as imagens do RetroPie agora são baseadas no Raspbian Buster.

Em outras palavras, o Stretch não é mais suportado e os binários pré-criados serão descartados ainda este ano.

Nessa versão, o RetroArch foi atualizado para a versão 1.8.5, enquanto o EmulationStation atinge a versão 2.9.1 com esta nova versão.

Obviamente, existem várias outras melhorias nesta nova atualização, e você pode encontrá-las na íntegra na caixa após o salto.

Segundo o changelog:

“Melhorias no sistema de empacotamento RetroPie e no código principal do RetroPie-Setup, para que o estado do pacote seja lembrado e as atualizações binárias somente serão feitas se um binário atualizado estiver disponível. As instalações de origem não serão substituídas por um binário pré-criado ao atualizar também. Começamos a fornecer binários pré-criados para os pacotes na seção experimental para as plataformas suportadas.”

Não há uma data limite sobre quando o suporte ao Raspberry Pi 4 estará fora da versão beta, mas há uma alteração que ocorre no próximo lançamento.

Para saber mais sobre essa versão da distribuição, acesse a nota de lançamento.

Baixe e experimente o RetroPie 4.6

A imagem ISO do RetroPie 4.6 já pode ser baixada acessando a página de download da distribuição.

Verifique se a imagem ISO está corrompida

Antes de gravar a imagem ISO que você baixou, verifique se ela está corrompida usando o tutorial abaixo:
Como verificar se uma imagem ISO está corrompida

Como gravar uma imagem ISO no Linux

Quem precisar gravar a imagem ISO após o download, pode usar esse tutorial do blog:

Como gravar uma imagem ISO Usando o Nautilus
Como gravar uma imagem ISO usando o Terminal
Como criar um pendrive de instalação
Como criar um pendrive inicializável com GNOME Disks
Como criar um pendrive inicializável com o Etcher no Linux

O que está sendo falado no blog

Veja mais artigos publicados neste dia…

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.