Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Wine 6.0.1 permite rodar aplicativos do Windows de 64 bits no Apple M1

E foi lançado o Wine 6.0.1, que agora permite rodar aplicativos do Windows de 64 bits no Apple M1. Confira as novidades e veja como instalar ou atualizar.

O Wine (Wine Is Not an Emulator, ou Wine não é um emulador) é um software livre e de código aberto, que tem como objetivo permitir que os aplicativos desenvolvidos para Microsoft Windows possam ser executados no Linux, Mac, FreeBSD e Solaris.

Sendo um pouco mais técnico, o Wine é uma camada de compatibilidade que traduz as chamadas do sistema Windows para o Linux e usa algumas bibliotecas do Windows, na forma de arquivos .dll.

Por conta disso, esse programa é muito importante para ex-usuários do sistema operacional Windows ou para qualquer pessoa que ainda precisa usar os aplicativos desse sistema no Linux.

Agora, a equipe de desenvolvimento do Wine lançou a série final do Wine 6.0.1.

Novidades do Wine 6.0.1

Wine 6.0.1 permite rodar aplicativos do Windows de 64 bits no Apple M1
Wine 6.0.1 permite rodar aplicativos do Windows de 64 bits no Apple M1

O Wine é famoso por ser um utilitário gratuito e de código aberto que possibilita a execução de alguns aplicativos do Windows em sistemas operacionais diferentes do Windows, incluindo Linux, Android e macOS.

E a partir do Wine versão 6.0.1, que também inclui suporte para execução de aplicativos Windows de 64 bits em Macs com processadores Apple M1.

O suporte ao chamado ‘Apple Silicon’ é cortesia de contribuições de código do pessoal da CodeWeavers, criadores do Crossover, que é basicamente uma versão aprimorada do Wine com suporte comercial.

O pessoal da CodeWeavers tem trabalhado para habilitar o suporte para Apple Silicon em seu software desde o ano passado, e agora parte desse código o tornou upstream para o Wine.

Algumas coisas para manter em mente sobre o Wine é que ele é uma camada de compatibilidade do Windows e não um emulador ou máquina virtual.

Dito isso, alguns aplicativos do Windows podem não funcionar e alguns hardwares podem não ser suportados. Os usuários de Mac podem encontrar alguns dos recursos e limitações em um FAQ do macOS no site do WineHQ.

Mas com suporte para Wine64 em Macs com processadores Apple M1, você pode pelo menos ser capaz de instalar e executar alguns dos jogos e aplicativos do Windows suportados pelo Wine nos mais recentes laptops e computadores desktop da Apple.

Outras mudanças no Wine 6.0.1 incluem atualizações de tradução e documentação, bem como correções de bugs para alguns jogos e aplicativos, incluindo vários aplicativos da Adobe, The Witcher 3, Batman: Arkham Origins e The Sims 3.

Para saber mais sobre essa versão do WINE, acesse a nota de lançamento.

Como instalar ou atualizar o Wine

Os usuários interessados ​​já podem instalar o WINE a partir do código-fonte, disponível neste e neste outro endereço, ou nos binários que podem ser baixados aqui.

No link onde podemos baixar os binários, também há informações para adicionar o repositório oficial do projeto para receber esta e outras atualizações futuras assim que estiverem prontas para sistemas como Ubuntu/Debian ou Fedora, mas também para Android e macOS.

Para instalar a versão de desenvolvimento do Wine (instável), use esse tutorial:
Experimente os novos recursos do Wine mais rápido com Wine Staging no Ubuntu, Debian, Mint e Fedora

Para instalar o Wine estável, use esse tutorial:
Como instalar a versão mais recente do Wine

Para instalar a versão mais recente do Wine nas principais distribuições Linux, use esse tutorial:
Como instalar a versão mais recente do Wine no Linux
Como instalar o Wine no Fedora, CentOS, RHEL e derivadosComo instalar a versão mais recente do Wine no Ubuntu, Debian e derivados
Veja como instalar o Wine no Ubuntu 18.04 LTS ou superior e derivados

Compartilhe:
Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.