Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator
Publicidade

HP e 33 outras organizações entraram para a Linux Foundation

Jim Zemlin informou que a HP e 33 outras organizações entraram para a Linux Foundation recentemente. Confira os detalhes desse importante marco da entidade.


Colaborar com o mundo do código aberto tornou-se uma prioridade para mais empresas, incluindo aquelas que antes odiavam esse ecossistema (estou olhando para você, Microsoft!), Então organizações sem fins lucrativos como a Linux Foundation continuam expandindo regularmente com a adição de novos membros.

HP e 33 outras organizações entraram para a Linux Foundation
HP e 33 outras organizações entraram para a Linux Foundation

HP e 33 outras organizações entraram para a Linux Foundation

Esta semana, a TLF anunciou que nada menos que 34 organizações decidiram apoiar seus projetos e participar do esforço, incluindo nomes famosos como HP e BlockStream.

Destes 34 novos membros, 29 deles se juntarão à The Linux Foundation como membros Silver, enquanto os outros 5 irão atuar como membros associados.

Sobre isso, Jim Zemlin, diretor executivo da Linux Foundation, disse o seguinte:

“Estamos extremamente animados para ver mais 34 empresas se comprometerem com o código aberto ao se unirem à Linux Foundation. Essas organizações, que representam uma enorme variedade de indústrias de todo o mundo, contribuirão com valiosos recursos e conhecimento para um ecossistema de código aberto já expansivo.”

Os membros existentes da Linux Foundation incluem gigantes da tecnologia como Microsoft, Google e Apple, mas também empresas de telefonia móvel como a Samsung e a Huawei.

A organização sem fins lucrativos foi fundada em 2000 e já inclui mais de 1.000 membros, tornando-se o maior projeto desse tipo no mundo do código aberto.

A própria Microsoft se uniu à Linux Foundation em 2016, quando o novo CEO, Satya Nadella, estava tentando reformular completamente a imagem da empresa, depois que seu antecessor descreveu o Linux como “um câncer”.

Desde então, a Microsoft fez um enorme progresso neste mundo com versões de código aberto do PowerShell e do Visual Studio, além de trazer várias distribuições do Linux diretamente para o Windows 10, incluindo o superpopular Ubuntu.

Enquanto isso, a Microsoft avançou ainda mais no ecossistema de código aberto com aquisições de alto perfil, incluindo Xamarin e GitHub.

O que está sendo falado no blog

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pin It on Pinterest

Alterar definições de privacidade