Do not speak Portuguese? Translate this site with Google or Bing Translator

Ubuntu Studio planeja um reboot para a versão 18.10

Depois de algum tempo sem novidades e usuários mudando para outros sabores, a equipe do Ubuntu Studio planeja um reboot para a versão 18.10. Confira os detalhes dessa possível mudança.


Recentemente, a equipe do Ubuntu Studio, um dos sabores oficiais do Ubuntu, afirmou que planeja “reiniciar” o sistema e oferecer uma outra abordagem que mantenha a mesma filosofia de distribuição, mas de maneira mais atualizada e ativa para seus usuários.

Ubuntu Studio planeja um reboot para a versão 18.10
Ubuntu Studio planeja um reboot para a versão 18.10

Ubuntu Studio planeja um reboot para a versão 18.10

É isso mesmo, a equipe do Ubuntu Studio planeja um reboot para a versão 18.10. Sim, os planos estão em andamento para “reiniciar” o Ubuntu Studio, o que acontecerá na próxima versão de outubro.

Fala-se de um novo software, um novo visual, um novo site e um sentido de propósito renovado.

Desta forma, o Ubuntu Studio pretende ser um sucesso e fazer com que mais usuários optem por este sabor oficial, bem como para avançar, porque durante os últimos meses o seu desenvolvimento não tem sido muito ativo e ameaça a continuidade desse sabor oficial.

O Ubuntu Studio é uma versão oficial do Ubuntu que usa o Xfce como desktop principal, mas que se distingue dos outros sabores oficiais por ter um grande pacote de ferramentas gráficas e multimídia como o GIMP, o Inkscape, o Blender, o JACK, o Darktable, o FFMPEG, o Ardour e muitos, muitos mais.

Tudo isso para que, ao terminar a instalação, o usuário possa começar a criar usando Software Livre.

Entretanto, a falta de suporte e a facilidade no pós-instalação do Ubuntu fez com que muitos usuários deixassem o Ubuntu Studio e optassem pelo Ubuntu ou o Xubuntu.

Os desenvolvedores do Ubuntu Studio informaram que para o Ubuntu Studio 18.10 eles vão dar um golpe de efeito que irá além de um facelift simples, ele oferecerá algo espetacular que ainda não foi feito.

Apesar da mudança radical, o sistema manterá sua filosofia. Portanto, continuaremos a encontrar ferramentas como Vlc, OpenShot, Gimp ou Inkscape depois do reboot do Ubuntu Studio.

Fala-se também de uma mudança de desktop, algo que poderia ser impressionante e até mesmo prejudicial para os usuários mais fiéis a este sabor oficial, já que um desktop pesado dificilmente poderia ser melhor que o Xfce.

Mas até lá, é melhor esperar para ver o que realmente muda no Ubuntu Studio.

E eu espero que eles sejam positivos porque o sistema não está passando pela sua melhor fase. Para você ter uma ideia da atual situação dele, o Ubuntu 18.04 será uma versão normal e não será o LTS, já que a equipe não pode pagar por isso.

Então, o que você acha que vai mudar no Ubuntu Studio? Será uma nova reinicialização ou o fim do sistema?

Fique ligado no Blog que, assim que sair qualquer novidade sobre o assunto, publicarei algo.

Conheça melhor o Ubuntu Studio

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

O que está sendo falado no blog nos últimos dias


Sobre o Edivaldo Brito

Edivaldo Brito é analista de sistemas, gestor de TI, blogueiro e também um grande fã de sistemas operacionais, banco de dados, software livre, redes, programação, dispositivos móveis e tudo mais que envolve tecnologia.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.